segunda-feira, 28 de março de 2011

ATUALIZADO - ELLEN WHTE E SUA RELAÇÃO MAÇÔNICA I


ELLEN WHTE E SUA RELAÇÃO MAÇÔNICA I

Já fui grande defensor de Ellen White como profetiza verdadeira, o motivo que me levou a agir desta forma é que a igreja só mostra para a membresia o que eles querem que as pessoas saibam, mas, a verdadeira faceta da profetiza a liderança pastoral não mostram por motivos financeiros, seus livros dão lucros de bilhões de dólares anuais em todo o mundo. Seria esta a atitude honesta de quem alega serem lideres do único povo fiel a Deus? Quando a pessoa descobre a verdade oculta sobre a profetisa eles ameaçam a pessoa com a perdição se deixarem de crer nela.  Outra ameaça que foram feitas a minha pessoa por escrito e que está postado em meu blogger: Se eu continuasse com este trabalho eu seria denunciado ao ministério Público e a Policia, mas, nunca fizeram nada porque sabem que não tem como provar o contrário.
Com este artigo não estou afirmando que alguma pessoa deva sair da igreja, eu nunca sai, mas deixei de crer nas mentiras que são ensinadas, e vale ressaltar que todas as igrejas ensinam mentiras e verdades, a diferença é em que a pessoa vai crer ou descrer. Devemos ser fieis a Deus e Sua Palavra, fidelidade somente a Deus e jamais a instituição que é classificada de forma errônea como igreja.
Vamos fazer uma analogia sobre os termos Maçônicos e os de Ellen White, se você é do tipo de cristão que ama a verdade continue lendo, se és do tipo que dá a vida pela mentira institucional, pare aqui mesmo.
Maçons e ocultistas às vezes usam termos, textos e expressões bíblicas. Mas não encontramos na Bíblia nenhuma referencia as terminologias por eles utilizadas. Porque é então que Ellen White, conhecida como a última profetisa verdadeira, cujos escritos seriam supostamente inspirado por Deus; usa e abusa de termos que você não consegue encontrar na Bíblia, mas são usados livremente no universo Maçom e ocultista? As citações a seguir demonstram que Ellen White tinha ligação com a Maçonaria:
1.    William Miller, que havia sido Batista, também era maçom e do mais alto grau. Não há nenhuma evidência de que ele teve qualquer conflito entre sua crença cristã pelo fato de ser um maçom, muito pelo contrário. 
2.    Foi nessa época (movimento Millerita) que seu envolvimento com a Maçonaria praticamente passou à clandestinidade. A partir das evidências que agora estão vindo à luz; vemos que alguns ensinamentos Maçônicos e ocultistas, ressurgiram disfarçados de “mensagens divinas”, depois da decepção de 1844.
3.      A história dos Adventistas do Sétimo Dia demonstra suas raízes maçônicas. Nas citações encontradas abaixo, torna-se claro que a Sra. White, seu marido James e outros mais, continuaram o trabalho que William Miller havia começado.
4.      Há uma nítida ligação, não só encontrada nos escritos da senhora White, como também nos escritos de outros Adventistas. Uma das provas mais contundentes pode ser vista pelo obelisco colocado na sepultura de Tiago White; que tinha sido colocado com ela ainda em vida, sob seu total conhecimento e consentimento.
Tudo o que for relatado abaixo sobre os textos de Ellen White, você deverá conferir nas edições antigas, nas atuais com certeza devem ter sido feito mudanças como de costume que eles têm de adulterar os originais dela. Vou citar um exemplo: Nos originais dela a palavra “TRINDADE” não existe, existe sim, a palavra “DIVINDADE” que é totalmente oposto.

ELLEN WHITE E O “SANTO VIGIA”

1.      Mas o mesmo santo Vigia... Atos dos Apóstolos pág. 133.
2.      O santo Vigia do Céu... Desire of Ages, pág. 650.
3.     ...objetivos do santo vigia. Ed 176.
4.     O mesmo Santo Vigia, que disse... 2SM 217.
5.    Por que não havíamos de esperar que o Santo Vigia... Conselhos aos Pais, Professores e Alunos (1913), página 370.
6.      O Santo Vigia do Céu... Mente, Caráter e Personalidade Volume 1 (1977), página 277.
7.       ...o Santo vigia que fora o hóspede... A Verdade sobre os Anjos pág. 204. (SDA Bible Commentary, vol. 5, pág. 1.109). 
8.     Considerou que um santo Vigia observava sua má obra,... Mensagens Escolhidas Livro 3 (1980), página 44.
9.      O Santo Vigilante é presente dos céus... The Review and Herald, 28 de junho de 1898.
Comentário: Estes termos são encontrados apenas uma vez na Bíblia, em Daniel capítulo 4. Eles não são encontrados juntos, mas são utilizados da seguinte maneira: "um vigia, um santo.” O significado desta palavra é “o mensageiro de Deus, aquele que é uma sentinela de guarda e que assiste os acontecimentos”.
O léxico hebraico diz que significa: acordado, desperto, vigilante, observador. 
A palavra "santo" é basicamente para explicar que este "observador" na verdade é um anjo. 
Ellen White, entretanto, usa este termo para um membro da Divindade, portanto se assim for, coloca Deus a um nível abaixo de um anjo. Mas ela está realmente falando de um membro da Divindade? De quem é que ela realmente está falando?
“Santo Vigia”, “Santo Vigilante” ou ainda “Vigilante Cósmico” (watchers) é um termo usado pelo ocultismo, seja ele wiccasatanistas, maçons ou qualquer outro ramo. É normalmente uma imagem ou um objeto semelhante; que tenha um ou mais olhos sobre ele. 
Ele está preso ou pendurado em algum lugar para agir como um espião. Por exemplo, alguém que paira sobre sua casa, ou na sua igreja, ou em seu escritório, ou em qualquer outro lugar. Seria como uma câmera vigiando 100 % de tudo em todos os lugares. 
Carlos V, que era maçom, escreve "O olho é o símbolo maior da clarividência e o Mestre Maçom sempre se utiliza deste poder de visão sobrenatural. Ele sempre foi colocado em todos os templos egípcios e representa o antigo olho de Deus que nunca se fecha".
O autor maçônico J.D. Buck escreve: "sobre o olho que tudo vê, que um verdadeiro Mestre (da loja); tem o olho de Shiva, ativo em si, as vibrações de seu cérebro correspondem à síntese da luz e som.”
Um ex-bruxo e outro maçom comentam que, “para abrir o olho para experimentar os poderes psíquicos; para abri-lo completamente é necessário inundar-se com a consciência pura de Lúcifer". Ele é o olho que tudo vê, dos rituais da Maçonaria. 

EXEMPLOS DE ELLEN WHITE USANDO O TERMO
“OLHO QUE TUDO VÊ”:

1.     suas câmaras ao olho que tudo vê, exclamando... – Caminho a Cristo Pág. 34.
2.     ...sob a supervisão das inteligências celestiais, sabendo que o olho que tudo vê, estava com ele. Testemunhos Especial de Educação ", outubro, 1893. (FE 230,2).
3.     ...o olho que tudo vê, observa os defeitos de todos. Conselhos para a Igreja, página 177.
4.     Os segredos e as coisas mais ocultas estão abertos ao olho que tudo vê. Medical Ministry (1932), pág.133.
5.     O olho que tudo vê de Deus. Testimonies on Sexual Behavior, Adultery, and Divorce (1989), page 101, paragraph 3.
6.     e seu olho que tudo vê sempre estava acima deles. The Church Volume One (1855-1868), pág. 19.
7.     Nada pode ser escondido do olho que tudo vê. Testimonies For The Church Volume One (1855-1868) pág. 468.
8.     Deus, o olho que tudo vê,... The Church Vol V (1882-1889), pág. 95.
Comentário: A Sra. White usa a expressão "Olho que tudo vê" incontáveis vezes. Temos mostrado apenas algumas citações aqui. Não resta duvida de que ela estava muitíssimo familiarizada com este termo pelos adoradores de demônios. 
Como poderia eu continuar crendo em mulher como essa? Esta análise sobre a profetisa e seu relacionamento com o ocultismo continua no ELLEN WHTE E SUA RELAÇÃO MAÇÔNICA II.

ELLEN WHTE E SUA RELAÇÃO MAÇÔNICA II

Em continuidade desta análise sobre a profetisa Ellen White e sua relação com a maçonaria, alguém poderá perguntar: Pode uma mulher fazer parte da corporação maçônica? O tema das mulheres e a Maçonaria, é complexo e sem uma explicação fácil. Tradicionalmente, só os homens podem ser maçons através da Maçonaria Regular. Muitas das Grandes Lojas, não admitem mulheres, porque eles acreditam que isso iria quebrar os antigos Landmarks. No entanto, existem muitos corpos maçónicos não-predominantes, que admitem mulheres e homens ou exclusivamente mulheres. Além disso, existem muitas Ordens femininas associadas com a Maçonaria regular, como a Ordem das mulheres maçons, a Ordem da Estrela do Oriente, a Ordem de Amaranth, Santuário Branco de Jerusalém, a Ordem Social de Beauceant, Filhas do Nilo.
As mulheres foram gradualmente a serem aceitas na maçonaria, de forma muito diversa no tempo e entre países.
A primeira mulher maçom foi a Sra. Aldworth, que começou na Irlanda em 1732, em circunstâncias bastante incomuns. Posteriormente, houve mais mulheres em Lojas maçônicas, no sentido estrito, na França, como foi também o caso de Maria Deraismes em 14 de Janeiro de 1882. No entanto, em intervalo misto de diferentes níveis de inspiração, surgem também a chamada a "Loja de Adopção" na França, a "Ordem de Mopse" na Prússia ou a "Estrela do Oriente", nos Estados Unidos.
Hoje em dia, um número crescente de países, incluindo na Europa, as mulheres podem participar em Lojas maçônicas, sejam elas exclusivamente feminina ou mista.
Há evidências, embora o fenômeno fosse raro, que algumas mulheres tomassem o controle de acesso em várias corporações, antes do surgimento da Maçonaria especulativa. Poderia, por exemplo, incluir as viúvas que casassem com seus maridos. Alguns dos estatutos de idade (idade de referência) mostra, por exemplo, o comércio do livro de Paris (1268), os estatutos da Guilda dos Carpinteiros em Norwich (1375), ou dos estatutos das Lojas de York (1693).
Grande Loja Unida de Inglaterra (United Grand Lodge of England - UGLE) e outros concordantes em que, a tradição regular, não reconhecem formalmente qualquer organismo maçônico que aceitem mulheres. A Grande Loja Unida de Inglaterra declarou, desde 1998, que as duas jurisdições Inglesas para mulheres são regulares na prática (Ordem das mulheres maçons e a Excelentíssima Fraternidade da Antiga Maçonaria), excepto, para a inclusão das mulheres, e indicou que, embora não formalmente reconhecidos, esses organismos podem ser considerados como parte da Maçonaria, ao descrever a Maçonaria em geral. Na América do Norte, as mulheres não podem se tornar maçons regulares por si, mas sim juntar-se ao associado corpos separados, que não são maçons em seu conteúdo.
A Excelentíssima Fraternidade da Antiga Maçonaria, foi fundada em 1913 e a primeira Grã-Mestre, foi a Excelentíssima Elizabeth Boswell Reid, iniciando entre 1913-1933, e que foi sucedida por sua filha, Sra. Seton Challen.
Além deste episódio, há poucos precedentes para a introdução das mulheres na Maçonaria na época. O principal motivo foi, provavelmente, o facto de que as mulheres eram agora, legalmente consideradas maiores de idade e, portanto, livre da autoridade de seus pais ou maridos. É neste sentido, que o artigo III das Constituições de Anderson em 1723, afirma o seguinte para os membros de uma Loja: ... devem ser boas mulheres e leais, nascidas livres, maduras e discretas, nem escravos, nem os homens e nem as mulheres, nem imoral e escandalosas, mas respeitável.  
Sendo assim, podemos deduzir que as mulheres de maçons têm algum tipo de envolvimento com a maçonaria, embora não possam participar de seus autos segredos. Ellen White usou vários termos maçons para transmitir suas mensagens afirmando serem recebidos de Deus.
Surge uma questão com esta relação maçônica: Se ela escreveu vários textos condenando a maçonaria, porque ela permitiu e aceitou ser colocado um dos símbolos maçônicos no mausoléu de sua família?
1.            Neste texto ela afirma que a pessoa que está ligada a maçonaria está perdido: O Senhor também me revelara a ligação do irmão Faulkhead com a maçonaria, declarando claramente que se ele não rompesse os laços com estas associações, estaria perdendo sua alma. A verdade Sobre os Anjos 258.
2.            Já neste outro texto que é citado por seus defensores, eles afirmam que Ellen White fez um sinal da maçonaria sem ter tido conhecimento anterior ao fato, se você ler com honestidade vai observar que ela não afirma isso, ao contrário, ela afirma que o irmão Faulkhead foi quem falou que ela fizera este sinal e que ela não o conhecia, mas, ela jamais fez tal afirmação. Isto não justifica porque conheço alguns sinais maçônicos e jamais fiz parte desta corporação: O irmão Faulkhead relatou ao irmão Daniells e a outros que eu fizera um sinal particular, conhecido apenas pela mais alta ordem da maçonaria, à qual ele passara recentemente a pertencer. Ele disse que eu não conhecia o sinal e nem me apercebera de havê-lo realizado. Isto representou para ele especial evidência de que o Senhor estava operando por meu intermédio para salvá-lo. Manuscript Releases, vol. 5, págs. 148 e 149. Carta 46, 1892.
Usando de forma o texto a seguir de forma totalmente honesta, ela novamente condena a Instituição Maçônica, neste caso surge o seguinte questionamento: Porque além dela usar termos maçônicos ela ainda autorizou o uso de um símbolo maçônico no mausoléu da família?
Não era seguro para vós ter qualquer parte com essa ordem secreta. Aqueles que se acham sob a ensangüentada bandeira do Príncipe Emanuel, não se podem unir aos maçons, ou com qualquer organização secreta. Carta 21, 1893.
CONFIRMAÇÃO - Recentemente, foi encontrada correspondência relativa a esta questão entre as cartas de George I. Butler, que era presidente da Conferência Geral quando Tiago White morreu em 1881 e por vários anos depois. Em 12 de fevereiro de 1884, o irmão Butler escreveu a Sra. White: "O monumento de granito escuro de a.C. que você examinou eu encomendei para a sepultura do seu marido na semana passada a convite de seu filho Willie. Ele me disse para cobrá-lo de você. Lamento fazer isto enquanto o dinheiro encontra-se no seu escritório, o qual amigos contribuíram para mostrar-lhe respeito pela sua memória. Willie expressou-me o desejo de colocar esse dinheiro no Conselho da Missão Européia, mas penso não estar autorizado a fazê-lo sem o seu consentimento. Há cerca de US$ 170 agora no escritório para esse objetivo e mais, que está assinado o qual será depositado se for pedido".
Deveria eu e você dar acreditar que ela foi realmente usada por Deus somente porque a direção de nossa Igreja usa textos de forma deturpada para dá aparente apóio a esta idéia, quando na verdade além de usar termos maçons ela ainda classifica Deus de mentiroso?
Deveria eu e você acreditar que seus livros é o Espírito de Profecia somente porque a liderança de nossa Igreja o quer que seja, quando na verdade o Espírito Santo em Sua Eterna Palavra mostra de forma categórica que o verdadeiro Espírito de Profecia é a vida eterna no Senhor Jesus o Cristo?

Copilação: Eurias R. Carneiro.

sábado, 19 de março de 2011


QUEM FOI A IASD NAS GUERRAS MUNDIAIS

Se a pessoa perguntar a nossa liderança qual foi à participação de nossa igreja nas guerras mundiais eles dirão: Foi somente como padioleiro e enfermeiro salvando vidas, quando pesquisamos a história a verdade é totalmente diferenciada da realidade oferecida por eles.
Quando Hitler chegou ao poder em 1933, ordenou um rearmamento em larga escala e passou a executar seus planos de conquista. A doutrina nazista exigia que a Alemanha mais uma vez se tornasse uma grande potência militar. Isto tornou evidente que a Segunda Guerra Mundial não estava muito distante.
Após a Primeira Guerra Mundial, dizia-se que a Igreja Adventista do Sétimo Dia não repetiria o erro cometido em 1914-1918. Contudo as evidências revelaram, para o nosso grande desapontamento, que ainda seguiam o mesmo modo de proceder. Finalmente, irrompe outra guerra mundial, e nossos irmãos adventistas tiveram nova oportunidade de provar que se colocavam ou a favor ou contra a lei de Deus. Se realmente lamentassem o que fizeram durante e após a Primeira Guerra Mundial, tiveram agora excelente oportunidade de se redimirem de sua passada falta. As declarações abaixo citadas, de seus próprios escritos, mostrarão como eles agiram.

NA ALEMANHA

"Estamos agora em meio a uma tempestade de acontecimentos que abalam o mundo....
"Nunca devemos esperar que nos países deste mundo sejam realizados os princípios do reino de Deus. Eles têm suas próprias legislações, segundo a vontade de Deus. Se não fosse assim, a Escritura Sagrada não poderia falar das mesmas como sendo ordenadas por Deus. Por isso é que nos sujeitamos, não só voluntariamente, mas de bom grado, a cada serviço exigido de nós. Quem neste (serviço) perder sua vida bem poderá gloriar-se com as seguintes palavras: 'Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém sua vida pelos amigos'. (João 15:13). Lembremo-nos dos nossos varões combatentes, e particularmente dos irmãos que arriscam suas vidas pela pátria e pelos que ficaram em seu lar! Oremos também pelo Fuehrer e seus colaboradores.Der Adventbote [Periódico adventista publicado na Alemanha] 1/10/1939.
"Enquanto nossos irmãos, pais e filhos, além das fronteiras se empenhavam na mais feroz batalha, afanando-se, de vitória em vitória, pela grandeza e futuro da pátria, sentimos a intervenção de Deus no mundo, nos acontecimentos testemunhados nestas poucas últimas semanas. Em silenciosa adoração, agradecemos a Deus que, em Sua sábia providência deu o Fuehrer ao nosso povo.
"Ao mesmo tempo não podemos como também não queremos permanecer calados. Isso provamos no passado e agora estamos novamente provando, porque é uma santa decisão pôr em ação a vontade de Deus. O orgulho que como compatriotas alemães sentimos nas grandes vitórias de nossos soldados, é para nós um novo incentivo para imitá-los na frente de batalha da pátria e mais conscienciosamente empregar nossa força para a vitória.Was tun die Adventisten in der Wohlfahrtspflege? [Relatório do Serviço Social Adventista de 1939, na Alemanha].
Jamais esqueceremos o momento em que nos foi anunciada a entrada em vigor do armistício com a França. ...
"Recobramos a coragem, pusemo-nos a trabalhar e, como estávamos diante das necessidades, lutamos como nunca dantes. E Deus inverteu a balança do destino ao nosso favor.... A Alemanha crê nos sacrifícios que humanamente fizemos até os limites de nossa capacidade, e também crê num Deus que está abençoando nossa batalha humana. Este sentimento foi expresso em palavras alegres porém humildes, e se implantou em nossos corações ao ser cantado em santas melodias e à medida que ressoavam dos campanários. E permanecerá até a última etapa da batalha, que nos trará a vitória sobre o último adversário, e então teremos paz.
"Quão gloriosa é a hora da vitória! Nós, que uma vez fomos ignominiosamente enganados acerca da vitória e da paz justa, provamo-la agora, com calmo e profundo júbilo, todavia sem qualquer arrogância.... Isto não é mera fraseologia hipocritamente piedosa; é uma declaração feita com o sentido da responsabilidade perante Deus. ...
"Luta e sacrifício ainda serão necessários. Para quê? Ora, isto é suficientemente claro. Pensar na vitória significa pensar em tarefas ingentes. Um povo que não pôde ser intimidado por quaisquer inimigos armados ou ameaças, não se eximirá aos últimos esforços em direção ao alvo, nem a tarefas futuras, não importa quão grandes sejam. Fomos colocados neste mundo para lutar e trabalhar. ..." Der Adventbote [Periódico adventista publicado na Alemanha], 15 de julho de 1940.
"Como soldados de vanguarda, deixamos nossos lares e nossos negócios e aqui estamos para defender a pátria nestes postos mais avançados.Der Adventbote [Periódico adventista publicado na Alemanha], 1 de junho de 1941.
"Vivemos hoje em tempos momentosos e agitados, em que nosso destino jaz diante das mais graves decisões e pesadas tarefas. Estamos em meio a uma guerra terrível e total. Esta batalha está sendo sem dúvida travada direta e principalmente por nossos soldados no exterior, no front, mas como esta é a maior luta possível, a nação inteira nela toma parte. Todos os compatriotas alemães são no mesmo grau combatentes e por isso todos devem agir e lutar como soldados no pleno sentido da palavra. Devem ser bravos, cautelosos, abnegados, e demonstrar senso do dever, como se o resultado dependesse de cada um individualmente. Deste modo, a vitória está igualmente implantada no coração de cada um de nós. Qualquer que seja o posto em que estejamos, cumpre-nos provar, cada dia e cada hora, que somos guerreiros valentes, dignos de nossos heróicos irmãos do campo de batalha. Só um pensamento nos deve hoje dominar: Como posso ajudar a alcançar a vitória? Para este alvo devemos dirigir todas as nossas comissões e omissões, toda a nossa fala e nosso silêncio, todos os nossos desejos e exigências. Esta extensíssima guerra requer de todos os companheiros alemães os máximos e mais elevados esforços em todo um tempo de expectação, sofrimento, sacrifício e luta."   Gegenwarts-Fragen [Periódico adventista publicado na Alemanha], 7 de novembro de 1941. -- A Mensagem de Deus ao Povo do Advento, Estudo 11: "Objeção de Consciência ou Combatência", págs. 39-41, publicado pela Editora Missionária A Verdade Presente.
"No povoado adventista de Friedensau, o Estado parlamentar Nazista obteve 99,9% dos votos. Quando alguns adventistas se recusaram a saudar a bandeira suástica e usar a saudação de Hitler, o presidente da Associação Alemã Oriental, W. Mueller, argumentou que essa atitude não faria bem à imagem da igreja. Ele concluiu que 'sob nenhuma circunstância o adventista tem o direito de resistir ao governo, ainda que o governo o obrigue a contrariar sua fé.' A resistência seria inconveniente porque rotularia os adventistas como oponentes do novo Estado, uma situação que se deveria evitar." - Texto traduzido de http://www.libertymagazine.org/html/lngerman.html. Liberty:
Declarações em documentos adventistas, tais como esta a seguir, demonstram a triste tendência: “Estamos agora no meio de um tumulto de eventos de mudanças de amplidão mundial. Uma grande época deve encontrar um grande homem ... Portanto, não somente nos submetemos de boa vontade mas também com muito prazer realizaremos cada trabalho requerido. Para aqueles que perderam suas vidas nesta realização podemos citar as palavras de Jesus: ‘Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos.’ (João 15: 13). Lembremo-nos de  todos os homens que lutam e especialmente nossos irmãos, que estão preparados para arriscar as suas próprias vidas pela terra natal e por aqueles que são deixados para trás. Vamos também orar a favor do Fuher e seus associados.” – Adventobe, 1 de outubro de 1939.


A Igreja Silenciosa, Os Direitos Humanos e a Ética Social Adventista Zdravko Plantak
St. Martins's Press, Inc., New York, N.Y., 1998. [Texto extraído das págs. 17-21]

ROMÊNIA 1924

“O serviço militar e a participação na guerra não estão fazendo uma aliança com o mundo, nem defendendo a Babilônia. A participação na guerra é simplesmente um dever; com respeito à guerra os nossos jovens também cumprirão o dever deles no dia de descanso.” - Prophecy, por P.P.Paulini, p.39.
YUGUSLÁVIA 1925 “O ensino da Escritura que  diz: ‘Dê a César o que é de César e a Deus o que é de Deus’ corresponde aos adventistas em todo sentido. Atendem conscienciosamente ao tempo do serviço militar que é requerido deles, com armas nas mãos, na paz assim como na guerra; e um número significante de adventistas foram provados na Guerra Mundial por meio de sua coragem, e muitos trazem no peito uma medalha do mais alto reconhecimento em razão da sua bravura.” – Adventizam, p.53.
RÚSSIA 1924 e 1928“Estamos convencidos que Deus por meio da sua providência, guiou o coração de nosso inesquecível W.J.Lenin, e deu-lhe e também aos seus companehiros sabedoria para trazer as únicas e oportunas declarações para o mundo hoje. Por esta razão os Adventistas do Sétimo Dia querem ser os melhores cidadãos na crença na República Socialista Federal. A doutrina dos Adventistas do Sétimo Dia permite aos seus membros a liberdade de consciência com respeito ao dever militar, e não tenta ditar-lhes como eles devem agir , considerando que cada pessoa deve ser responsável por si mesmo com respeito ao problema militar, de acordo com a sua própria consciência.” - Presidente H.J.Loebsack, Comitê da Conferência.
OS ADVENTISTAS NA ALEMANHA
Os Adventistas alemães parecem ter sido incoerentes com sua proclamação de liberdade religiosa por ocasião da I Guerra Mundial, entre as duas guerras, e durante a II Guerra Mundial. Na Alemanha imperial, a maioria dos Adventistas adotaram um nacionalismo extremado e a colaboração militar ativa. Um autor Adventista argumentava em dezembro de 1915 que 'a Bíblia ensina, primeiro, que participar da guerra não se opõe ao sexto mandamento; e segundo, que combater no sábado não transgride o quarto mandamento.' Entretanto, depois da guerra, em uma reunião da Divisão Européia em Gland, Suíça, em 2 de janeiro de 1923, os dirigentes da igreja na Alemanha reconheceram o equívoco de sua política, e confessaram sua lealdade à comunidade Adventista mundial.
Esta declaração, no entanto, foi enfraquecida por um pronunciamento adicional que reconhecia que cada membro possuía 'absoluta liberdade para servir a seu país, em todo momento e em todo lugar, de acordo com os ditames de sua convicção e consciência pessoal.' Essa declaração permitiu aos adventistas alemães repetir o engano da I Guerra mundial durante o regime de Hitler sob o Terceiro Reich.
Como observou corretamente Erwin Sicher em 'As Publicações Adventistas do Sétimo Dia e a Tentação Nazista,' os Adventistas falharam em numerosas maneiras em relação ao regime nazista. Já em 1928, antes de que Hitler chegasse ao poder, os adventistas estavam pedindo um Führer forte. Artigo após artigo tratava desse ideal do Führer em escritos alemães e em publicações Adventistas.
Mais tarde, os escritores Adventistas deram as boas-vindas, em suas publicações e também com seu voto, ao aparente renascimento da Alemanha. No povoado adventista de Friedensau, 99,9% tinham votado pelo estado parlamentar nazista. Quando alguns adventistas recusaram-se a saudar a bandeira com a suástica e fazer a saudação hitleriana, o Presidente da Associação da Alemanha Oriental, W. Mueller, argumentou que isso era mau para a imagem da igreja. Terminou dizendo que 'sob nenhuma circunstância têm os adventistas direito a resistir ao governo, ainda que o governo os impeça de exercer sua fé. A resistência poderia ser inoportuna porque marcaria os Adventistas como opositores ao novo estado, uma situação que se deveria evitar.
Outro proeminente escritor adventista e editor de várias publicações religiosas Adventistas, Kurt Sinz, via o forte comando de Hitler no começo do regime nacional-socialista como designado por Deus. Otto Bronzio foi um passo mais à frente, pois disse no periódico oficial adventista, Der Adventbote, que 'a Revolução Nacional Socialista era a maior de todos os tempos, porque fazia da preservação de uma herança pura a base de sua vida étnica.' Alguns sugerem que o que ele quis dizer possivelmente foi tirado de uma citação destacada dee Hitler - sobre a questão do sangue - que aparecia na mesma página.
Esta idéia de uma 'herança pura,' instigada por Hitler e proclamada através da nação alemã, também afligia os adventistas alemães. Embora o racismo explícito raramente aparecesse em publicações adventistas, os adventistas imprimiam com freqüência comentários negativos com relação aos judeus, apoiavam tacitamente a esterilização dos mentalmente incapazes, e muitos foram apanhados pelo estimulado orgulho do nacionalismo alemão.
A mesma doutrina da superioridade da Alemanha sobre outras nações foi transferida à educação Adventista na Alemanha, onde se estimulava os estudantes a aprender a ter vontade e a pensar em Alemão. Ter vontade em alemão era um conceito místico nazista; porque, no pensamento do Partido, os alemães 'tinham vontade' de diferente maneira que quaisquer outros cidadãos. O educador W. Eberhardt insistia, além disso, que as escolas Adventistas alimentavam 'o Espírito Nacional Socialista' entre períodos de classes, quando revisavam as notícias, estudavam os ideais nazistas, e cantavam canções nacionais alemãs.
Com uma crescente pressão para uma maior colaboração, muitos adventistas de todos os grupos de idades ingressaram em organizações nazistas, como a Juventude Hitleriana, a BDM (Associação de Moças Alemãs), o Serviço Trabalhista, e a Cruz Vermelha alemã. Todos estes clubes estavam desenhados para fins de doutrinação nazista, e embora os Adventistas soubessem que um percentual significativo dos participantes no Serviço Trabalhista eram membros da SA, SS, e Stanhelm, os grupos mais fanáticos que doutrinavam e militarizavam aos jovens, aprovavam a participação nos clubes.
Johannes Langholf apoiava fortemente ao Serviço Trabalhista. Ele escreveu no Aller Diener, "Esperamos que cada membro obedeça o mandamento divino, 'orar e trabalhar'. Seria absolutamente contrário à nossa compreensão se nos recusássemos a participar do Serviço Trabalhista." Patt sugeria que a razão principal para que os Adventistas ingressassem na Frente Trabalhista Nazista era o desemprego e as dificuldades econômicas, e que "a maioria dos operários adventistas sucumbia à pressão e se convertiam em membros do serviço trabalhista para salvar a suas famílias." Entretanto, ingressar em uma organização partidária não era obrigatório, e alguns ingressavam no Partido também.
Na Alemanha, os adventistas apoiaram a política externa nazista e, finalmente, a guerra. A possível falta de acesso a informação confiável e, como resultado, um conceito errôneo da verdadeira situação, levou-lhes a acreditar que o Führer era "um homem de paz". Quando a Áustria foi incorporada ao Reich, os adventistas alemães "compartilharam a felicidade da volta dos austríacos de volta à mãe pátria". Acreditavam que com a ajuda de Deus e "através da assistência divina ao nosso capazFührer, Adolf Hitler se tornou o libertador da Áustria." Mesmo depois da liquidação da Checoslováquia em 16 de março de 1939, os Adventistas ainda não fizeram objeção. E até para esse ato de crueldade e opressão, encontraram alguma justificação.
Então veio o ataque contra Polônia, que toda a Europa reconheceu como um ato de agressão. Entretanto, em um editorial, Sinz pôde escrever que, em vista das "desumanas torturas que nossos camaradas do povo sofreram entre este povo estrangeiro," o ataque alemão foi provavelmente justificado. Os Adventistas continuaram apoiando ao Hitler, e celebraram seu qüinquagésimo aniversário 11 dias depois de que a guerra tinha avançado para o Oeste com a invasão da Dinamarca e Noruega pela Alemanha em 9 de abril de 1940. O periódico Adventista Morning Watch Calendar, embora impresso quatro meses antes, dizia:
"A confiança em seu povo deu ao Führer a força necessária para levar adiante a luta pela liberdade e a honra na Alemanha. A inabalável fé de Adolf Hitler lhe permitiu fazer grandes proezas, que lhe adornam hoje diante de todo mundo. Desinteressada e fielmente, lutou por seu povo; valorosa e orgulhosamente, defendeu a honra de sua nação. Com humildade cristã, em momentos importantes quando podia celebrar com seu povo, deu honra a Deus no céu e reconheceu sua dependência das bênçãos de Deus. Esta humildade o tem feito grande, e esta grandeza foi a fonte de sua bênção, da qual sempre deu para seu povo. Só uns poucos estadistas brilham tanto ao sol de uma vida abençoada, e são tão elogiados por seu próprio povo como o Führer. Ele sacrificou muito nos anos de seus esforços, e pensou pouco em si mesmo durante a difícil obra em favor de seu povo. Comparamos as inumeráveis palavras que ele disse ao povo como vindas de um coração cálido, como sementes que amadureceram e agora produzem frutos maravilhosos".
É irônico que, embora os adventistas insistam sobre a liberdade religiosa, não levantaram suas vozes contra a perseguição de incontáveis judeus. Em vez disso, até excluíram de suas igrejas os que tinham antecedentes judeus. No período em que os adventistas alemães publicavam a revista sobre liberdade religiosa Kirche und Staat(um observador de fora notou que seu propósito principal era a oposição às leis dominicais), guardaram silêncio a respeito das purgações (eliminações) de 1933 quando centenas foram assassinadas, e não disseram nada contra a perseguição dos judeus ou a respeito dos territórios ocupados.
Embora alguns adventistas individuais aparentemente resistiram à tentação nazista, Sicher mostrou, a partir de publicações contemporâneas, que 'não parece ter existido nenhuma oposição oficial ativa ao desumano regime nazista, e nem sequer parece ter existido entre os próprios adventistas.' O comentário do Sicher é uma apresentação desafortunada, mas honesta do Adventismo alemão na primeira metade do século vinte.
"Quão gloriosa é a hora da vitória! Nós, que uma vez fomos ignominiosamente enganados acerca da vitória e da paz justa, provamo-la agora, com calmo e profundo júbilo, todavia sem qualquer arrogância.... Isto não é mera fraseologia hipocritamente piedosa; é uma declaração feita com o sentido da responsabilidade perante Deus. ...
"Luta e sacrifício ainda serão necessários. Para quê? Ora, isto é suficientemente claro. Pensar na vitória significa pensar em tarefas ingentes. Um povo que não pôde ser intimidado por quaisquer inimigos armados ou ameaças, não se eximirá aos últimos esforços em direção ao alvo, nem a tarefas futuras, não importa quão grandes sejam. Fomos colocados neste mundo para lutar e trabalhar. ..." Der Adventbote [Periódico adventista publicado na Alemanha], 15 de julho de 1940.


"Em silenciosa adoração, agradecemos a Deus que, em Sua sábia providência deu o Fuehrer ao nosso povo."
Documentos Comprovam Apoio da IASD a Hitler Durante a 2ª Guerra Mundial

Se fosse qualquer outra religião, elas seriam massacradas pela nossa, mas, somos a bola da vez e sendo assim é contada uma estória da carrocinha para encobrir a verdade aos membros que têm boa intenção.
carneiro.eurias@gmail.com

quinta-feira, 17 de março de 2011

PORQUE SERÁ??

NA CONTRAMÃO DA ANTECEDÊNCIA DA IASD, A PRÓPRIA IGREJA ATACAVA A ICAR E CHAMAVA SEU LÍDER DE BESTA DO APC. 13 E DE REPENTE ELA PASSA A REPUDIAR QUEM DÁ CONTINUIDADE AO TRABALHO QUE A "INFALÍVEL" COMEÇOU. PORQUE SERÁ A MUDANÇA REPENTINA DE METAS???


CHACHINA EM TIMOM - MARANHÃO POR CAUSA DE DÍZIMO

Dízimo Em Mais Um Caso Policial


O VATICANO TENTA ENVOLVER A IASD NO ECUMENISMO



Em Portugal já existe um caminho ecuménico. Durante esta semana, de Norte a Sul do País, fazem celebrações ecuménicas. Na diocese da Guarda, no passado Sábado, Católicos e Adventistas do Sétimo Dia rezaram sobre o lema "Orai sem cessar". Em declarações à Agência ECCLESIA, D. Manuel Felício frisou que o ecumenismo "está onde existe fé" porque faz parte da fé cristã, "o querer a unidade".

Nesta celebração – teve a presença de um pastor da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Luis Carlos Fonseca, - o bispo da Guarda realçou que este mostrou "muita disponibilidade e foi compreensivo". Com a presença de alguns membros desta comunidade cristã, D. Manuel Felício sublinhou que "ainda existem algumas dificuldades" porque "há uma tradição de separação em pontos marcantes"... http://minutoprofetico.blogspot.com/2008/01/o-vaticano-tenta-envolver-iasd-no.html

SIGNIFICADO DE RATIBUM


C@ssi@no##: O CASSIANO É UM AMIGO QUE TENHO DESDE
 QUE ÉRAMOS MENINÕES.

RATIMBUM é uma palavra mágica usada pelos magos persas desde a Idade Média.
Por muito tempo cantamos inocentemente um "Parabéns" para alguém que
está aniversariando e, até ai, tudo bem, tudo certo. É um aniversário.
O que muitos não percebem é que depois da música vem sempre o tal de Ra-tim-bum! (este é o significado: eu amaldiçôo você).
Existe até hj na TV Cultura ,um programa infantil chamado de
Castelo Ratimbum, que tem o significado de "Castelo da Maldição".
Precisamos vigiar mais, pois a Bíblia diz que o povo de Deus
perece por falta de conhecimento.
Como podemos cantar felicitando uma pessoa e depois amaldiçoá-la?
Tomemos muito cuidado.
Observe que detalhe sutil: depois de dizer a palavra Ratimbum,
pronuncia-se o nome do aniversariante várias vezes. Vamos ficar
muito atentos para isto.
Se não vejamos: quantas vezes você já cantou para as pessoas:
" É BIG É BIG (é grande, é grande), É HORA É HORA (neste momento, nesta ocasião):
RA-TIM-BUM (EU AMALDIÇOOU VOCÊ), Fulano, Fulano, Fulano".


Repasse este e-mail para outros, para que conheçam e
não mais repitam palavras sem saber o significado, a origem e quem está por
detrás delas. Não mais façam uso apenas por força de expressão, pois é
assim que se pratica abominações por meio de palavras sobre nós e tb sobre os outros

RESPOSTA AO ESTUDO "SUA SANTIDADE - DEUS BAAL" POR UM IASD


Angelo Gabriel da silva Gabriel

angelusgs@hotmail.com

"Nossa Liderança" não filho do diabo 
vc não é adventista mas descaradamente usa do artificio 

"nossa" para dar impressão de sobriedade aos seus cavilosos 

escritos inspirados por satanás se quer diminuir o tempo no 

fogo do inferno cale-se. 

Além do mais vc não é meu amigo, não te dei meu e-mail por 

isto removo-o e bloqueio para não ter que ler seus artigos 

doentes.

 Ângelo
 
Para adventus.arte@hotmail.com

A INDÚSTRIA DO CURANDEIRISMO


A INDÚSTRIA DO CURANDEIRISMO



“Estes sinais acompanharão os que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal nenhum; imporão as mãos sobre os doentes, e estes ficarão curados". Mc. 16: 17,18.
“Pois aparecerão falsos cristos e falsos profetas que realizarão grandes sinais e maravilhas para, se possível, enganar até os eleitos”. Mt. 24: 24.
“Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, juntarão mestres para si mesmos, segundo os seus próprios desejos”. II Tm. 4:3.
“A vinda desse perverso é segundo a ação de Satanás, com todo o poder, com sinais e com maravilhas enganadoras”. II Ts. 2: 9.
Nós como cristãos temos que levar em consideração que, da mesma forma que Jesus Cristo curava no passado, nos tempos hodiernos Ele ainda manifesta o Seu poder de cura, mas existe um problema gravíssimo é que, a cura superior realizado é ignorada pela maioria dos que se dizem cristãos, que é a salvação e a libertação do ser humano de seus pecados.
Quais são os motivos pelos quais Jesus Cristo curava e ainda cura?
1.     Para confirmar a sua Palavra como sendo a verdade única e eficaz.
“Moisés respondeu:” E se eles não acreditarem em mim nem quiserem me ouvir e disserem: O SENHOR não lhe apareceu?”Então o SENHOR lhe perguntou: "Que é isso em sua mão?” "Uma vara", respondeu ele. Disse o SENHOR: "Jogue-a ao chão". Moisés jogou-a, e ela se transformou numa serpente. Moisés fugiu dela,  mas o SENHOR lhe disse: "Estenda a mão e pegue-a pela cauda". Moisés estendeu a mão, pegou a serpente e esta se transformou numa vara em sua mão. E disse o SENHOR: "Isso é para que eles acreditem que o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, o Deus de Jacó, apareceu a você". Disse-lhe mais o SENHOR: "Coloque a mão no peito". Moisés obedeceu e, quando a retirou, ela estava leprosa; parecia neve. Ordenou-lhe depois: "Agora, coloque de novo a mão no peito". Moisés tornou a pôr a mão no peito e, quando a tirou, ela estava novamente como o restante da sua pele. Prosseguiu o SENHOR: "Se eles não acreditarem em você nem derem atenção ao primeiro sinal miraculoso, acreditarão no segundo. E se ainda assim não acreditarem nestes dois sinais nem lhe derem ouvidos, tire um pouco de água do Nilo e derrame-a em terra seca. Quando você derramar essa água em terra seca ela se transformará em sangue”. Ex. 4: 1 – 9.
“Se alguém não ouvir as minhas palavras, que o profeta falará em meu nome, eu mesmo lhe pedirei contas. Mas o profeta que ousar falar em meu nome alguma coisa que não lhe ordenei, ou que falar em nome de outros deuses, terá que ser morto. Mas talvez vocês perguntem a si mesmos: 'Como saberemos se uma mensagem não vem do SENHOR? Se o que o profeta proclamar em nome do SENHOR não acontecer nem se cumprir, essa mensagem não vem do SENHOR. Aquele profeta falou com presunção. Não tenham medo dele”. Dt. 18: 19 – 22.
2.     Para que o Seu nome seja glorificado entre o povo Seu e no meio dos ímpios.
“Que é mais fácil dizer: 'Os seus pecados estão perdoados', ou: 'Levante- se e ande'?  Mas, para que vocês saibam que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados" - disse ao paralítico: "Levante-se, pegue a sua maca e vá para casa". Ele se levantou e foi. Vendo isso, a multidão ficou cheia de temor e glorificou a Deus, que dera tal autoridade aos homens”.  Mt. 9: 5 – 8.
“E todos ficaram atônitos ante a grandeza de Deus. Estando todos maravilhados com tudo o que Jesus fazia, ele disse aos seus discípulos”: Lc. 9: 43.
3.     Para que o mensageiro da Palavra seja tido como verdadeiro em certas ocasiões, e jamais para demonstração pública ou show de curas suplantando a mensagem de salvação como é praticado por vários pastores.
Moisés respondeu: "E se eles não acreditarem em mim nem quiserem me ouvir e disserem: 'O SENHOR não lhe apareceu'?" Então o SENHOR lhe perguntou: "Que é isso em sua mão?" "Uma vara", respondeu ele. Disse o SENHOR: "Jogue-a ao chão". Moisés jogou-a, e ela se transformou numa serpente. Moisés fugiu dela, mas o SENHOR lhe disse: "Estenda a mão e pegue-a pela cauda". Moisés estendeu a mão, pegou a serpente e esta se transformou numa vara em sua mão. E disse o SENHOR: "Isso é para que eles acreditem que o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, o Deus de Jacó, apareceu a você". Disse-lhe mais o SENHOR: "Coloque a mão no peito". Moisés obedeceu e, quando a retirou, ela estava leprosa; parecia neve. Ordenou-lhe depois: "Agora, coloque de novo a mão no peito". Moisés tornou a pôr a mão no peito e, quando a tirou, ela estava novamente como o restante da sua pele. Prosseguiu o SENHOR: "Se eles não acreditarem em você nem derem atenção ao primeiro sinal miraculoso, acreditarão no segundo. E se ainda assim não acreditarem nestes dois sinais nem lhe derem ouvidos, tire um pouco de água do Nilo e derrame-a em terra seca. Quando você derramar essa água em terra seca ela se transformará em sangue". Ex. 4: 1 – 9.
Jesus Cristo, jamais vai curar uma pessoa para que ela continue a viver deliberadamente na intemperança e na prática do pecado.
Outras considerações a serem analisadas dentro da Palavra de Deus:
1.     A pessoa evangélica ou não que está com câncer, faz uma cirurgia ou não, toma medicamentos, faz quimioterapia e radioterapia, e depois que fica curada ela dá o testemunho na igreja ou nos meios de comunicações que Jesus Cristo a curou.
Faço o seguinte questionamento para você e peço que responda com honestidade: Jesus Cristo realmente cura uma pessoa por meio de remédios?
Se você disser que Deus deu a inteligência para o homem descobrir e diagnosticar a doença e que também o capacitou a fazer o remédio para a cura, concordo plenamente, porém, se você falar que Deus o curou por meio do medicamento que você tomou, eu não concordo, porque não é verdade. Você quer provas reais?
a)         O evangélico ou não que conhece e tem o temor a Deus foi curado alegando que Deus o curou só que, ele tomou medicamentos, fez quimioterapia e radioterapia e em alguns casos foi feito cirurgia. Foi curado do câncer.
b)         O ateu está com a mesma enfermidade e é curado pelo mesmo processo pelo qual o que ama a Deus foi curado, só há uma grande diferença: Para o ateu tanto faz falar em Deus ou em um cachorro que dá no mesmo. Pergunto: O processo de cura do ateu e do crente em Deus foi o mesmo usado; teria Deus curado os dois?
Para que você possa responder com honestidade, você terá que tirar o manto da hipocrisia de seu rosto para poder observar os fatos reais, e jamais ficar atribuindo a Deus algo que ele não realizou.

CURAS EM CERTAS IGREJAS EVANGÉLICAS

Conversei com um cidadão que foi curado em uma igreja, ele disse-me: “No momento dos testemunhos senti uma força muito grande que me impulsionava para eu dar meu testemunho da cura de uma doença incurável que eu tenho, fui à frente e dei meu testemunho, só que na realidade nunca fui curado”.
Estaria ele mentindo por meio do testemunho dado? Que espírito o impulsionou para dar o testemunho?
É fácil comprovar. Você vai há uma destas igrejas curandeiras, assista os testemunhos das pessoas, depois selecione de forma aleatória umas três e peça a elas o endereço, depois de uns dois ou três dias, vá à residência selecionada e terá a comprovação dos fatos.
Assisti um culto na rua e o pregador oficial deu o seguinte testemunho: Eu fiquei cego e Jesus me curou. Todos deram glória a Deus pelo milagre.
Na verdade este irmão na hora do testemunho estava usando óculos de grau muito avançado. Pergunto a você que é honesto: Que Jesus é esse que só cura por metade?
O Jesus Cristo bíblico jamais curou por metade, com Ele é tudo ou nada.
Nesta cidade de Imperatriz - Ma, existe uma igreja, na qual várias pessoas foram agraciadas pelo seguinte milagre: Cada uma delas recebeu dentes de ouro. E todos deram glórias a Deus.
Vamos ser honestos. Dentes de ouro é puramente vaidade. Qual utilidade espiritual que estes dentes de ouro trouxeram? Deus jamais vai pactuar com a vaidade que é de origem demoníaca.
Tive uma vizinha evangélica, ela fala língua que chora, o filho dela adoeceu e ela o levou ao hospital, até aqui nada de anormal e ele ficou são. Uma irmã da mesma igreja que ela freqüenta estava com o filho doente e o levou ao hospital e a primeira irmã disse a ela: “Leve teu filho para a igreja que Jesus vai curá-lo”. Se esta irmã cria que Jesus cura sem precisar levar a pessoa ao hospital; porque ela não levou o seu filho e quis que a outra levasse para que Jesus o curasse? É porque em verdade a cura que ela crer que é realizada só funciona com os outros.
Uma cantora gospel estava com câncer, deu um testemunho no maior templo da América latina, que fica localizado nesta cidade de Imperatriz – MA, ela disse que Jesus a tinha curado desta doença; depois do testemunho foi feita uma campanha para ela ir para Goiânia fazer quimioterapia, e ela realmente foi fazer a quimioterapia, ou seja, como é que Jesus a curou do câncer e depois do testemunho da cura ela foi fazer quimioterapia?
Eu estava conversando com uma amiga que faz parte desta igreja, não estou julgando a igreja, e sim, a hipocrisia das curas; eu a questionei sobre este episódio, como ela não tinha como dá provas ao contrário de que realmente foi um falso testemunho; ela apenas ficou irada. O pior de tudo isso, é que as pessoas não enxergam, ou não querem enxergar tais fatos e dão glórias a Deus pela falsidade e desta forma desonram a Ele.
Deste mesmo templo, um doutor em uma entrevista na TV a qual eu assisti, ele disse que um irmão que estava com câncer toda às quartas-feiras Jesus o curava um pouquinho. Pelo que sei a Palavra de Deus não dá testemunho de que alguma vez Jesus curou por prestação.
O que tenho observado é que as igrejas estão sempre cheias de pessoas em busca de curas físicas, mas, a salvação é ignorada por elas e muitos pastores curandeiros. Estas pessoas não estão interessadas em saber a origem de onde vem às curas, usando o nome de Jesus é o importante, aqui é que mora o grande perigo, o próprio Cristo nos advertiu quanto aos milagreiros: "Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?' Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal!” Mt. 7: 21 – 23.
O que Jesus Cristo realmente em verdade falou sobre esta questão é o que estamos abordando.
“Curem os enfermos, ressuscitem os mortos, purifiquem os leprosos, expulsem os demônios. Vocês receberam de graça; dêem também de graça”. Mt. 10: 8.
1.     CUREM OS ENFERMOS I – As igrejas evocam a si a prerrogativa que as pessoas são curadas no nome de Jesus em seus cultos, e os templos ficam lotados, porém as mesmas pessoas estão todos os dias nestas igrejas em busca de curas, inclusive as mesmas que já foram curadas e deram o testemunho.
2.     CUREM OS ENFERMOS II – Estas curas são apenas: dores de cabeças, barriga, braços, mãos, colunas, desta forma fica muito fácil de serem falsificadas as curas por ser algo interno, e não tem como ser comprovada a falsificação.
3.     CUREM OS ENFERMOS III – Estas doenças: lepra, fogo selvagem, aleijados, cegos, vitiligo, os pastores não permitem que estas pessoas vão à frente para receberem orações pela cura, pois nestes casos é impossível haver embuste, e eles pastores serão desmascarados, mas acontece que as pessoas estão tão cegas que jamais vão concordar com estes fatos.
4.     RESSUSCITAI MORTOS – Porque nestas igrejas não são ressuscitados mortos? Quantos pastores vocês já viram ao menos ter tentado ressuscitar um morto? Ou suplicado para Deus o ressuscitar como oram pelos doentes? Eles não estão dispostos a orarem em frente de um caixão de uma pessoa que está dentro da igreja, pois é um milagre impossível de ser falsificado e eles serão desmascarados. Eles estão sim, dispostos a realizarem o culto fúnebre, mas orar pela ressuscitação de um morto, jamais farão isso.
Um amigo me disse que conhece um pastor que ressuscitou um morto, eu perguntei a ele: “Existem testemunhas do milagre da ressurreição?” Ele disse: “O pastor disse que ressuscitou o filho dele, e só estavam eles dois, ou seja, o pastor e o filho dele”. Então eu o questionei: “Se tivesse testemunhas o tal milagre não teria sido realizado, Jesus jamais ressuscitou um morto às escondidas sem haver testemunhas, eu não acredito neste picareta”.
5.     EXPELIRÃO DEMONIOS – Alguns expulsam demônios em o nome do Senhor Jesus, mas, a grande maioria pratica exorcismo como é mostrado na TV e em seus templos diariamente, o que é uma prática diabólica. Este milagre também pode ser falsificado. Os exorcistas são fáceis de serem identificados, eles ficam brincando com os demônios, vejam este exemplo: Eles chamam as pessoas para frente e depois oram implorando para que algum demônio se manifeste, depois da manifestação que em alguns casos a pessoa também está fingindo está endemoninhado por dinheiro, o pastor fica dizendo ao demônio: Sobe aqui, desce, ajoelhe, caminhe, fale e etc., depois de tudo isso ele o expeli em o nome do jesus deles. E as pessoas acreditam ser o verdadeiro Cristo que está sendo ali invocado, por não conhecerem as Escrituras e o Poder de Deus.
6.     DE GRAÇA RECEBESTE DE GRAÇA DAI – Em muitas igrejas as bênçãos e os milagres são pagos, ou seja, são vendidos. Conheço a história entre tantas outras de uma senhora do bairro Vila Nova, na cidade de Imperatriz – MA, que procurou uma destas igrejas e pediu que o pastor orasse por sua filha, pois a mesma estava bastante enferma. O pastor disse a ela que para orar por ela teria que dá (pagar) uma oferta no valor de CR$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais), esta pobre irmã em condições financeiras muito precária não tinha dinheiro para pagar por tal milagre, com muita súplica o pastor, supostamente um homem de Deus, considerado assim por milhares de pessoas, foi fazendo um desconto até chegar ao mísero valor de CR$ 150,00 (cento e cinqüenta reais), este grande homem de deus disse a ela: “Irmã o mínimo que posso fazer pra você é este valor, menos que isso é impossível”. Que deus este pastor está a serviço? Um pastor de uma determinada igreja disse-me que mesmo assim, Deus usa estes pastores, mas eu não concordo pelo seguinte fato: Deus jamais trabalha com a mentira – “Deus não é homem para que minta, nem filho de homem para que se arrependa. Acaso ele fala, e deixa de agir?” Nm. 23: 19. – “Para que, por meio de duas coisas imutáveis nas quais é impossível que Deus minta”. He. 6 18. – “Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas. Portanto, se a luz que está dentro de você são trevas, que tremendas trevas são!” Mt. 6; 23. – “Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas?” II Co. 6; 14.
Igrejas como estas estão cheias diariamente, se estas mesmas igrejas pregassem a salvação no verdadeiro Senhor Jesus Cristo e a vida em obediência a verdade ficariam vazias, ou seja, as pessoas gostam mesmo é de serem enganadas.
Eu não estranho nada disso pelo seguinte fato, Jesus Cristo previu a ação destes urubus espirituais.
Na cidade de Jaú em São Paulo, eu estive em uma igreja na qual foi feita uma grande cura coletiva com várias pessoas, realizado por um rapaz e uma moça, aconteceu assim: Os dois foram para o púlpito e oraram, depois eles falavam assim: “O Espírito Santo está revelando que tem uma pessoa que está com dor de cabeça”. Uma pessoa levantava a mão e eles diziam que não era ela, outra levantava a mão e eles diziam que não era ela, e assim acontecia com várias pessoas até que uma levantava a mão e ela era convidada para ir para frente para que eles orassem por ela. Isto aconteceu com vários tipos de doenças apresentadas por eles e sobre a manifestação das pessoas a atitude dos dois jovens era idêntica.
De repente um deles falou: “O Espírito Santo está me revelando que tem uma pessoa que está com úlcera, várias pessoas levantaram as mãos e eles falaram que não eram nenhuma delas, e minha cunhada levantou a mão e eles disseram que era ela”. Todos foram para frente e os dois jovens oraram por eles, e declararam que estavam curados e todos deram glória a Deus.
Eu estava sentado ao lado de meu irmão e perguntei a ele: “Ela está mesmo com úlcera? “Se ela tivesse esta doença ela vivia aos gritos de dores e indo de vez enquanto ao hospital para ser medicada”. - Meu irmão disse: “Se o Espírito Santo revelou que ela tem úlcera é porque ela tem e agora está curada”. - Eu disse a ele: “Porque Jesus curou tua esposa de uma doença que ela nunca teve na vida? Porque Jesus não a curou da verdadeira doença que ela tem?”Meu irmão simplesmente abaixou a cabeça e não disse mais nada.
Na verdade minha cunhada tem as seguintes doenças: Pressão alta, diabete, obesidade e problemas cardíacos graves, ela sempre é internada por causa destes males. Eu pergunto ao leitor que é honesto: Porque Jesus a curou de uma doença que ela nunca teve e dos verdadeiros males Jesus não a quis curar? Ou o Jesus pregado por eles não tem poder para curá-la da verdadeira doença e tão somente de uma doença utópico? Porque o Espírito Santo, alegado por eles que os usava, não revelou a verdadeira doença dela? A resposta está neste texto.
 “Amados, não creiam em qualquer espírito, mas examinem os espíritos para ver se eles procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo”. I Jo. 4: 1.
“Pois tais homens são falsos apóstolos, obreiros enganosos, fingindo-se apóstolos de Cristo. Isto não é de admirar, pois o próprio Satanás se disfarça de anjo de luz. Portanto, não é surpresa que os seus servos finjam que são servos da justiça. O fim deles será o que as suas ações merecem”. II Co. 11: 13 – 15.
Baseados neste fato verídico têm a chance de cem por cento de está certo que todas as curas realizadas nesta noite foram falsas.
Se foram falsas porque as pessoas creram na cura quando não houve cura? É porque as pessoas estão entorpecidas pela mentira e pelo engano e enxergam apenas o que elas querem ver, e jamais a verdade dos fatos.
No dia 16103111, eu estava em uma oficina dando revisão no carro, enquanto eu esperava ser feito a revisão chega um amigo e um pastor. Ficamos conversando e este meu amigo fala que ele levou uma amiga dele ao Caps II porque ela passou a ter medo de tudo.
Eu disse a ele que isto é síndrome do pânico e é devido a um distúrbio mental, o pasto disse que isso era um demônio e que meu amigo a levasse na igreja para que ele expulsasse o demônio em o nome de Jesus.
Depois o pastor falou que este distúrbio era devido a falta de vitamina B1, então eu falei para ele: Se é falta de vitamina B1 não tem nada a ver com demônio é simplesmente um distúrbio mental. Se eu não tivesse questionado o pastor, este meu amigo que é da igreja dele teria dado crédito ao pastor, eu digo sem sombra de dúvida que este pastor é um picareta. E ele jamais expulsaria demônio da vida desta pessoa, o que teria acontecido é que ela faz o tratamento psicológico fica curada e depois este pastor mentiria na igreja que teria sido expulso um demônio desta mulher e ela seria seduzida por ele para dá o testemunho que realmente tudo aconteceu dentro dos conformes deste pastor picareta.
Vocês se vangloriam, dizendo: "Fizemos um pacto com a morte, com a sepultura fizemos um acordo. Quando vier a calamidade destruidora, não nos atingirá, pois da mentira fizemos o nosso refúgio e na falsidade temos o nosso esconderijo". Is. 28: 15.
“Ele se alimenta de cinzas, um coração iludido o desvia; ele é incapaz de salvar a si mesmo ou de dizer: "Esta coisa na minha mão direita não é uma mentira?” Is. 44: 20.
Então o SENHOR me disse: "É mentira o que os profetas estão profetizando em meu nome. Eu não os enviei nem lhes dei ordem nenhuma, nem falei com eles. Eles estão profetizando para vocês falsas visões, adivinhações inúteis e ilusões de suas próprias mentes". Jr. 14: 14.
Suas visões são falsas e suas adivinhações, mentira. Dizem 'Palavra do SENHOR', quando o SENHOR não os enviou; contudo, esperam que as suas palavras se cumpram”. Ez. 13: 6.
Micaías prosseguiu: "Ouçam a palavra do SENHOR: Vi o SENHOR assentado em seu trono, com todo o exército dos céus à sua direita e à sua esquerda. E o SENHOR disse: 'Quem enganará Acabe, rei de Israel, para que ataque Ramote-Gileade e morra lá?' "E um sugeria uma coisa, outro sugeria outra, até que, finalmente, um espírito colocou-se diante do SENHOR e disse: 'Eu o enganarei'." 'De que maneira?', perguntou o SENHOR. "Ele respondeu: 'Irei e serei um espírito mentiroso na boca de todos os profetas do rei'. "Disse o SENHOR: 'Você conseguirá enganá-lo; vá e engane-o'. "E o SENHOR pôs um espírito mentiroso na boca destes seus profetas. O SENHOR decretou a sua desgraça". II Cr. 18: 18 – 22.
“A vinda desse perverso é segundo a ação de Satanás, com todo o poder, com sinais e com maravilhas enganadoras. Ele fará uso de todas as formas de engano da injustiça para os que estão perecendo, porquanto rejeitaram o amor à verdade que os poderia salvar. Por essa razão Deus lhes envia um poder sedutor, a fim de que creiam na mentira, e sejam condenados todos os que não creram na verdade, mas tiveram prazer na injustiça”. II Ts. 2: 9 – 12.
Jesus respondeu: "Cuidado, que ninguém os engane. E numerosos falsos profetas surgirão e enganarão a muitos. Pois aparecerão falsos cristos e falsos profetas que realizarão grandes sinais e maravilhas para, se possível, enganar até os eleitos”. Mt. 24: 4,11,24.
O que acontecerá com estes pastores e com as pessoas que não deixarem de dar crédito a eles?
“Imediatamente após a tribulação daqueles dias" o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu, e os poderes celestes serão abalados. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as nações da terra se lamentarão e verão o Filho do homem vindo nas nuvens do céu com poder e grande glória”. Mt. 24: 29,30.
“Mas os súditos (líderes espirituais) do Reino serão lançados para fora, nas trevas, onde haverá choro e ranger de dentes”. Mt. 8: 12.
"Mas quando o rei entrou para ver os convidados, notou ali um homem que não estava usando veste nupcial. E lhe perguntou: 'Amigo, como você entrou aqui sem veste nupcial?' O homem emudeceu”. "Então o rei disse aos que serviam: Amarrem-lhe as mãos e os pés, e lancem-no para fora, nas trevas; ali haverá choro e ranger de dentes”. Mt. 22: 11 – 13
"Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores. Vocês os reconhecerão por seus frutos. Pode alguém colher uvas de um espinheiro ou figos de ervas daninhas? Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e lançada ao fogo. Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: 'Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?' Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal!” Mt. 7: 15,16,19,21 – 23.

ALGUNS EXEMPLOS DE RITOS PAGÃOS, E DE MACUMBA ADAPTADOS A IGREJA POR PASTORES SATANIZADOS

·         FOGUEIRA SANTA DE ISRAEL – É uma cópia da festa de São João onde é realizada a queima da Fogueira de São João, ou seja, para poderem praticar uma festa idolátrica, a igreja que pratica tal ritual, disfarça como sendo a fogueira santa de Israel, mas na verdade é uma fogueira dedicada à idolatria. E só participam da FOQUEIRA SANTA DE ISRAEL as pessoas que são idólatras.
·         BANHO DO DESCARREGO COM SAL GROSSO – Este é um ritual da feitiçaria adotada pela mesma igreja citada anteriormente, ou seja, tanto os líderes bem como as pessoas que participam deste ritual, estão participando diretamente de um ritual da feitiçaria. Jesus Cristo jamais fará descarrego com sal grosso por dois motivos:
·         a) Ele apenas perdoa e purifica a pessoa de seus pecados com o Seu sangue, o que é totalmente diferente do descarrego da macumba.
·         b) Jesus Cristo não tem pacto com os demônios para copiar os rituais aventados pelos mesmos, e a luz (JESUS CRISTO) não tem comunhão com as trevas (OS DEMÔNIOS), quando os pastores fazem este ritual, eles estão entregando as ovelhas nas mãos dos demônios, porque os mesmos são adoradores de demônios.
“Eu virei a vocês trazendo juízo. Sem demora testemunharei contra os feiticeiros, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente e contra aqueles que exploram os trabalhadores em seus salários, que oprimem os órfãos e as viúvas e privam os estrangeiros dos seus direitos, e não têm respeito por mim, diz o SENHOR dos Exércitos.” Ml. 3: 5.
“Não comam nada com sangue. "Não pratiquem adivinhação nem feitiçaria”. Lv. 19: 26.
“Queimaram seus filhos e filhas em sacrifício. Praticaram adivinhação e feitiçaria e venderam-se para fazer o que o SENHOR reprova, provocando-o à ira”. II Re. 17: 17.
“Tudo por causa do desejo desenfreado de uma prostituta sedutora, mestra de feitiçarias, que escravizou nações com a sua prostituição e povos, com a sua feitiçaria”. Na. 3: 4.
“...feitiçaria, os idólatras e todos os mentirosos - o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre. Esta é a segunda morte". Ap. 21: 8
“Fora ficam os cães, os que praticam feitiçaria, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos, os idólatras e todos os que amam e praticam a mentira”. Ap. 22: 15.
·         NOVENA DA FAMILIA AO PÉ DA CRUZ – É o ritual envolvendo a idolatria praticada por outra igreja com o título NOVENA DA SAGRADA FAMILIA, ou seja, a NOVENA DA FAMILIA AO PÉ DA CRUZ é uma cópia de um culto idolátrico, e os participantes são idólatras.
Eu pergunto a você novamente leitor: É melhor está no meio da indústria da cura, ou, no meio dos que temem a Deus?
Felizmente, entre tanta podridão do enganoso ministério da mentirologia e mistorologia entre a verdade e a mentira, existem pessoas que são fieis naquilo que lhes foram ensinadas, porém, não vamos ficar na esquesiologia, estes líderes que tem devorado os últimos centavos destes míseros seres enganados com a indústria da cura serão sim, sem sobra de dúvidas, que pagar um alto preço ao prestar contas com o Eterno Justo Juiz.
Seja um servo de Deus e jamais escravo da religião que só visa dinheiro e curas e despreza a salvação no Senhor Jesus.

Só Jesus Cristo Salva!
Autor: Eurias R. Carneiro

carneiro.eurias@gmail.com
http://abibliafontedeverdade.blogspot.com/