sexta-feira, 17 de junho de 2011

PORQUE JESUS NÃO ENTROU NO SANTÍSSIMO EM 1844?





PORQUE JESUS NÃO ENTROU NO SANTÍSSIMO EM 1844?


1.     A Palavra do Eterno que não pode mentir porque é a mais pura verdade (Pv. 30: 6 – Jo. 17 : 17), revela de forma categórica que o Senhor Jesus Cristo entrou no Santo dos Santos na era apostólica (He. 9: 12 -   "Não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, ENTROU NO SANTO DOS SANTOS, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção").

Para refutar esta tradução que afirma ter Jesus entrado no Santíssimo na era em que os apóstolos ainda estavam vivos, o sitehttp://adventismoemfoco.wordpress.com/2009/06/13/analisando-hebreus-912 - jesus entrou-no-lugar-santo-ou- santissimo/ usou 11 traduções bíblicas para defender a teoria de 22/10/1844, isto seria justificativa justa ou uma tentativa desonesta de manipular as Sagradas Escrituras para sustentar uma mentira? O próprio Espírito Santo vai conceder a resposta justa e honesta, quem estiver disposto a crer em Sua Palavra que creia e quem não quiser que não creia, isto é escolha pessoal. Quando a pessoa permite o Espírito Santo revelar a verdade, esta pessoa recebe a verdade, se não estiver disposta a receber a verdade vem à operação do erro para que ela creia na mentira. Uma verdade nunca será verdade porque uma religião queira que seja.

O ESPÍRITO SANTO MOSTRA A VERDADE: Assim que Jesus Cristo voltou ao céu de forma definitiva, ele assentou-se a direita do Eterno, estudando a história do santuário terrestre observamos que a presença de Deus está no santíssimo, este texto mostra que depois que Jesus completou seu sacrifício, ele ao voltar para o céu e ficou de forma definitiva sentado ao lado direito de Deus, este é o motivo pelo qual o Espírito Santo passou a ser representante dEle, ou seja, o Senhor Jesus não está em pé diante de Deus como afirma Ellen White e jamais entrou no santíssimo em 1844, e sim, enquanto os apóstolos estavam vivos. “He. 10: 12 -... mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, ASSENTOU-SE (não está em pé, mas sentado) para sempre à direita de Deus... conferir com At. 2: 32 – 36. Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, ASSENTADO (não está em pé como Ellen White ensina) à direita (já na época em que os discípulos ainda estavam vivos e jamais em 1844) de Deus. Cl. 3:1.
Pedro usado pelo Espírito Santo revelou a mesma coisa sete semanas depois da ressurreição de Jesus Cristo que realmente Ele entrou no Santíssimo na época em que os apóstolos ainda estavam vivos e jamais em 1844 conforme a profetisa do advento escreveu, as provas estão nos textos de He. 9: 12 e 10: 12. Neste caso como o Espírito Santo não mente porque Ele é a própria verdade e a Sua Palavra da mesma forma, sendo assim, Ellen White mentiu quando afirmou que Ele entrou em 22/10/1844. Gl. 1: 6 – 9.

2.     PROVAS QUE A DATA DE 22/10/1844 É PURA FANTASIAPrimeiro vamos conhecer um pouco da história dos calendários e depois vamos fazer uma análise concisa e honesta com a data de Ellen White e veremos também que Ela classificou Deus de mentiroso e enganador.
No século VI, Dionysius Exiguus, a serviço do Papa João I, determinou a data de nascimento de Jesus como havendo ocorrido há 532 anos. O ano que se iniciou logo após essa data passou a ser considerado o ano 1 de nossa era (1º Anno Domini Nostri Jesu Christi). http://www.observatorio.ufmg.br/pas53.htm
No entanto o Calendário Juliano, elaborado sob a orientação do Cônsul Romano Júlio César, tinha o defeito de perder um dia a cada 128 anos, fazendo o “Ano Tropical” se deslocar cada vez mais para trás.

Posteriormente o Papa (1572-1585) Gregório XIII (1502-1585) através da Bula Papal, "Inter Gravissimus", assinada em 24 de fevereiro de 1582 apresentou um novo calendário, com um “Ano Tropical”, de 365,2524 dias (365 97/400), fazendo com que o erro de um dia fosse diluído por 3.300 anos. A proposta foi formulada Aloysius Lilius, um físico napolitano, e aprovada no Concílio de Trento (1545/1563). O erro foi corrigido, fazendo com que ao dia 4 de outubro de 1582, sucedesse imediatamente, ou seja, passou a ser o dia 15 de outubro do mesmo ano.
Onze dias de erros acumulados, desapareceram do mapa! Nesse período de tempo, ninguém nasceu, casou ou faleceu nas Penínsulas Itálica e Ibérica, incluindo ai as colônias portuguesas e espanholas nas Américas. Outros países o adotaram posteriormente. România em 1919 e Rússia em 1918 foram os últimos.
Outros problemas persistem ainda sem solução. Inclusive o do ano em que vivemos atualmente. Quando Cristo nasceu, estávamos sob o Calendário Juliano, que só começou a ser seguido fielmente a partir do ano 8. Hoje em dia, sabemos que há pelo menos uma diferença de no mínimo 6 anos, em relação ao ano correto do nascimento de Cristo. Antigamente os anos eram contados a partir da fundação de Roma. Mas a data da fundação de Roma, não é corretamente conhecida. A mais comumente aceita, é 21 de Abril do terceiro ano, da 6a Olimpíada, que corresponderia a 753 AC, segundo os cálculos de Varro (116-27 AC). Na era Varroniana, 753 AC é conhecido como o ano 1 AUC, “Ab Urbe Condita” (desde a fundação da cidade).
Dionysius Exiguus, que viveu no 6o século DC, procurou estabelecer uma sucessão seqüencial dos governantes romanos, para fixar o ano do nascimento de Cristo. Cometeu, no entanto dois grandes erros conhecidos;
a. Não computou que Caesar Augustus, sobrinho-neto de Julius Caesar, governou quatro anos sob o nome de “Otaviano”, como parte de um triunvirato.

b. Considerou como ano anterior ao ano 1 DC, o ano 1AC. Com isto mais um ano, o “ano Zé-ro”, deixou de ser incluído na contagem. http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/natal/o-natal.html
c. Os textos supracitados dos livros de Ellen White poderá não coincidir com suas literaturas porque foram copiados do CD 66 ELLEN WHITE, isto tem causado diferenças na numeração de páginas, se você desejar uma cópia do CD poderá ter gratuitamente oline.
a) O Senhor Jesus jamais nasceu na era um de nosso calendário, e sim, seis anos antes, ou seja, não estamos no ano de 2011, mas, no ano de 2017, sendo assim Jesus Cristo não morreu no ano 27dc, e sim, no ano 33dc, isto já começa a desmontar a data criada por Ela e Guilherme Miller. Se for usado a data mais ou menos correta seria 22/10/1850, a profetisa se perdeu no tempo e Deus erra? Onde está à mentira ou erro que é a mesma coisa, não tem nenhuma relação com o Espírito Santo da verdade. Neste caso questiono: Teria Deus revelado um erro profético? Seus devotos para defendê-la apoiam-se em um texto dela que diz: DEUS OCULTOU O TEMPO, em outras palavras ela está insinuando que Deus além de mentir para as pessoas daquela época ainda os enganou, é muita fantasia esta teoria. Dt. 18: 20 – 22.

b) Outro erro da profetisa que além de não conhecer nada das escrituras, ainda insinuou que Deus mudou, provas? Na mudança do calendário houve um acréscimo de 11 dias, os judeus usavam o calendário lunar, fazendo a correção com o calendário gregoriano, a data correta seria 21/10/1850, ou seja, Ellen White a suposta profetisa da verdade errou até na data o que não seria estranho errar o ano. O Dia da Expiação. É o dia dez (novo calendário é dia 21) do sétimo (outubro) mês. Lv. 23: 27. De três ela acertou uma.

Primeiro ela afirma que Deus estava apoiando a mentira da volta de Jesus para o ano de 1843 e que através da mentira é que a pessoa tomaria decisão a favor ou contra a verdade. - Vi que DEUS ESTAVA na proclamação do tempo em 1843. ERA SEU DESÍGNIO suscitar o povo, e trazê-los a uma condição em que seriam provados, na qual decidiriam ou pró ou contra a verdade. PE. 232. - Como Jesus Cristo não voltou em 1843 ela disse que a culpa era de Deus, ou seja, para ela Deus mentiu, enganou e trapaceou: "Sua MÃO (DE DEUS) cobriu um erro na contagem dos períodos proféticos."
Milhares de pessoas não creram na mentira que Jesus Cristo voltaria em 1843/1844, ela escreveu que estas pessoas que não deram crédito a mentira dela e de Guilherme Miller, fizeram a vontade de Satanás e os que creram nesta mentira fizeram a vontade de Deus: "Satanás e seus anjos triunfaram sobre eles... Não perceberam que estavam rejeitando o conselho de Deus contra si próprios, e atuando em união com Satanás e seus anjos para trazerem perplexidade ao povo de Deus, que estava vivendo segundo a mensagem enviada pelo céu." - " Como as igrejas se recusassem a receber a mensagem do primeiro anjo, rejeitaram a luz do Céu, e caíram do favor de Deus. Confiaram em sua própria força, e, opondo-se à primeira mensagem (da mentira em nome do primeiro anjo), colocaram-se onde não poderiam ver a luz da mensagem do segundo anjo. Mas os amados de Deus, que eram oprimidos, aceitaram a mensagem: "Caiu Babilônia" (Apoc. 14:8), e deixaram as igrejas. PE. 236, 237.
"Confiaram em sua própria força e, por se oporem à primeira mensagem (mensagem da mentira da volta de Jesus para 1843), colocaram-se onde não podiam ver a luz da mensagem (segunda mentira da volta de Jesus para 1844) do segundo anjo. PE. 237.
"Mas os amados de Deus, sob opressão, aceitaram a mensagem, 'Caiu Babilônia' (ou seja, as igrejas que não aceitaram a mensagem da mentira passaram a ser Babilônia e a que aceitou, divulgou e ainda divulga em nova roupagem passou a ser a eleita de Deus), e deixaram as igrejas (na verdade os que abandonaram o movimento Adventista na época foram às pessoas que rejeitaram a mentira da volta/purificação do santuário em 1843/44").
Os que não creram na mentira de 1843/44 foram às pessoas que segunda ela não foram convertidas, concordo com ela no seguinte aspecto: Tanto ela quanto os outros haviam se convertido a mentira - "Muitos que professaram estar olhando para Cristo não tinham parte na obra da mensagem [do estabelecimento do tempo como 22 de outubro de 1844]... mas não haviam sido convertido; não estavam prontos para a vinda de seu Senhor".
O Espírito Santo afirma de forma categórica que a obra da pregação do evangelho de Deus será por meio do Espírito Santo - Mas RECEBEREIS A VIRTUDE DO ESPÍRITO SANTO, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra. A profetisa do advento escreveu que o sucesso da pregação do evangelho só está tendo sucesso porque é por meio da mentira. At. 1: 8. "Havia sido propósito de Deus ocultar o futuro e trazer o Seu povo a um ponto de decisão. SEM A PREGAÇÃO DE UM TEMPO DEFINIDO PARA A VINDA DE CRISTO, a obra designada por Deus não teria sido cumprida." PE. 246. Desta forma ela está chamando Jesus Cristo de mentiroso, o próprio Cristo afirmou que a data de sua vinda somente o Eterno sabia e nem os anjos teriam conhecimento desta data, desta forma ao ser revelado unicamente a ela e escondido de Jesus Cristo o dia e à hora de Sua vinda, ela se tornou mais importante que o Senhor Jesus, sendo assim, é verdade quando ela escreveu que a pessoa só é salva se crer nela. 
Para a profetisa quem não creu na mentira de 1843/44 foram condenados para perecerem no inferno e quem acreditou em sua mentira vão morar eternamente com Cristo - "A passagem do tempo os havia testado e provado, e muitos foram pesados na balança e achados em falta."
Não satisfeita em ter colocado o Senhor Jesus Cristo em maus lençóis nos anos de 1843 e 1844, ela profetizou novamente que a história do passado irá ser repetida, ou seja, vão marcar uma nova data para a volta de Jesus Cristo e Ele não virá, e novamente vão jogar a culpa em Deus pelo novo fracasso do não cumprimento da profecia com data e hora marcada? O Senhor declarou que a história do passado se repetirá ao iniciarmos a obra de encerramento. Manuscrito 129, 1905.
Para ela quem não creu nesta mentira 1843/1844 rejeitaram a Cristo e quem creu nesta mentira foram os que aceitaram a Jesus Cristo. "Jesus volveu-lhes as costas com sobrecenho carregado; pois haviam-No MENOSPREZADO E REJEITADO."

O QUE ELLEN WHITE ESCREVEU ESTÁ ACIMA DAS SAGRADAS ESCRITURAS

A poderosa, infalível, venerável e substituta do Espírito Eterno que produziu a Bíblia está na congregação do povo, esta mulher é a grande e inefável ELLEN WHITE, antigamente conhecida como a eterna Jezabel e hoje Ellen White que é a única que tem a palavra final de salvação e fidelidade (Mas tenho contra ti que toleras a mulher Jezabel, que SE DIZ PROFETISA; ela ensina e seduz os meus servos a se prostituírem e a comerem das coisas sacrificadas a ídolos. Ap. 2: 20), você só deve crer nas partes da Bíblia que concordar com ela, as partes que a mostra como uma falsa profetisa e embusteira devem ser rejeitadas, caso contrário você estará em desagrado ao verdadeiro e eterno Deus... Poderá você afirmar de forma categórica: ESSE TAL DE EURIAS É UM LOUCO USADO POR SATANÁS. Leia com muita atenção, concentração e honestidade o que ela escreveu: Não devemos aceitar as palavras daqueles que vêm com uma mensagem que contradiz os pontos essenciais de nossa fé... Ainda que as Escrituras sejam a Palavra de Deus e tenham de ser respeitadas, a aplicação delas, se tal aplicação move uma só coluna do fundamento que Deus tem sustentado nestes cinqüenta anos, essa aplicação é um grande erro... os pontos que está tentando provar por meio das Escrituras não são sólidos... Temos a verdade, fomos dirigidos pelos anjos de Deus. É eloqüência de cada um guardar silêncio com respeito às características de nossa fé... Deus nunca se contradiz. Somos estorvados em nosso trabalho pelos que não são convertidos, que buscam sua própria glória. Carta 329, 1905, Selected Mesages, Vol. I, pp 161 – 162. Ellen G. White. O interessante é que na edição em Português a Casa publicadora Brasileira eliminou este texto, ou seja, adulterou como é praxe de nossos líderes. Agora responda com honestidade: Quem é usado por Satanás sou eu ou a tua profetisa que colocou seus escritos acima da Bíblia?
Ellen White deixou bem claro no que diz respeito que se alguma parte da Bíblia entrasse em desacordo com o que ela ou alguns dos pioneiros ensinasse, o correto é a pessoa aceitar seus ensinamentos e rejeitar o da Palavra de Deus.
Ellen White mentiu e enganou as pessoas de sua época e ainda continua enganando por meio de seus devotos, isto é cumprimento da Palavra de Deus que diz: Ora, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele, Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto. Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha à apostasia (APOSTASIA É MENTIRA = 22/10/1844 É MENTIRA), e se manifeste o homem (GENÉRICO = HOMEM/MULHER = ELLEN WHITE) do pecado, o filho da perdição, O qual se opõe (SE VOCÊ LER DE FORMA HONESTA E JAMAIS TENDENCIONAL VAI DESCOBRIR QUE ELA É CONTRA A PALAVRA DE DEUS E APÓIA ALGUNS PONTOS PARA CONFUNDIR O LEITOR), e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus (NA IGREJA, TANTO NO PASSADO BEM COMO NOS DIAS DE HOJE A PALAVRA DE DEUS AFIRMA ALGO E ELA AFIRMA O CONTRÁRIO E AS PESSOAS FICAM COM O QUE ELA ESCREVEU EM SUBSTITUIÇÃO A PALAVRA DO ETERNO), querendo parecer Deus.
A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira,
E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. II Tes. 2: 1 – 4, 9,10.

Fico com a Palavra do Eterno e rejeito os livros dela porque nunca foram e jamais será o verdadeiro Testemunho de Jesus/Espírito de Profecia, o verdadeiro Testemunho de Jesus é a vida eterna nEle, quem crer e ensinar está declarando que Deus é verdadeiro e quem crer e ensina que são os livros de Ellen White está declarando que Deus é mentiroso, quem afirma isto é o Espírito Santo. Você está disposto a dá crédito ao Espírito Santo ou prefere continuar dando crédito a uma profetisa que rejeitou o verdadeiro Espírito de Profecia apenas com a intenção enaltecer seus livros acima das Escrituras?

CINCO PERGUNTAS PARA OS DEVOTOS DE NOSSA SENHORA WHITE

De quem deriva o método de marcação de datas que Cristo condenou em Mat. 25:13...

1.   É um método divino para trazer pessoas à verdade?
R:

2.   É um estratagema do Diabo para agitar as pessoas e levá-las ao fanatismo, depois esmagá-las sob o peso do desapontamento?
R:

3.   Ellen White disse que foi "desígnio" de Deus que o Seu povo fosse enganado a respeito do retorno do Senhor. Quem deseja que os cristãos sejam enganados a respeito do Advento de Cristo?
R:

4.   Deus tem por desígnio que os cristãos sejam enganados?
R:

5.   Satanás tem por desígnio que os cristãos sejam enganados?
R:

6.   Segundo Ellen White, o amargo desapontamento de 1844 fazia parte do "desígnio" divino. De quem é o empenho para tornar os cristãos amargamente desapontados?
R:

7.   Deus se compraz em desapontar amargamente Seus filhos ou os consola?
R:

8.   Satanás se compraz em desapontar amargamente os filhos de Deus?
R:

9.   Segundo Ellen White, Deus dirigiu o entendimento das profecias de Miller. Quem levou Miller a fazer o que Cristo havia explicitamente proibido em Mateus 25:13?
R:

10.               Jesus levou Miller a desobedecer Sua própria Palavra?
R:

11.               Satanás levou Miller a desobedecer a Palavra de Cristo?

R:

Que tipo de profeta denunciaria os pastores protestantes como "falsos pastores" simplesmente porque rejeitaram a marcação de datas e inadequados métodos de interpretação bíblica de Miller, e tentarem advertir seus rebanhos quanto aos perigos do fanatismo?
JULGAMENTO COM JUSTIÇA: Anos mais tarde, a própria Sra. White disse, a respeito de marcação de datas por alguns de seus contemporâneos: "Vi que alguns estavam obtendo uma falsa excitação, derivada da pregação sobre data. Não devemos estar sob uma EXCITAÇÃO (MARCAÇÃO DE DATAS É PURA EXCITAÇÃO E JAMAIS REVELAÇÃO DE DEUS, É O QUE ELA AFIRMA E ISTO DEVE TER ACONTECIDO COM ELA E GUILHERME MILLER) relativa à data. Não devemos nos embaraçar com especulações a respeito de tempos e estações que DEUS NÃO REVELOU. Jesus disse a Seus discípulos, 'VIGIAI', mas não com respeito a um TEMPO DEFINIDO". - Mensagens Escolhidas, Liv. 1, págs. 188, 189. Sábio conselho que serviria como uma luva para o povo de anos antes e que não traria tantos dissabores hodierno.
Você é o grande amor de Deus, abandone a mentira branca (Ellen White) e aceite as Sagradas Escrituras como norma única de fé e prática.
Autor: Eurias R. Carneiro