quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Pastor Silas Malafaia faz nova campanha para que fiéis doem R$911 para receberem “multiplicação financeira”. Assista


Pastor Silas Malafaia faz nova campanha para que fiéis doem R$911 para receberem “multiplicação financeira”. Assista


O Pastor Silas Malafaia convidou mais uma vez o Dr Morris Cerullo para lançar uma nova campanha no Programa Vitória em Cristo. A nova campanha é uma das maiores realizadas pelo pastor já que pede a cada fiel que assiste o programa para que doe R$911 para o ministério.
A nova campanha ganhou um site especial dentro da página do Ministério do Pastor Silas, nela a Associação Vitória em Cristo afirma que é para quem “deseja experimentar a medida extra de Deus na sua vida” e promete para quem doar o dinheiro que “o Senhor o recompensará com discernimento, visão espiritual e multiplicação financeira”.


O Dr. Morris Cerullo participou novamente do programa para lançar essa nova campanha, a Associação Vitória em Cristo afirma que ele é “considerado uma das maiores autoridades mundiais em oração e batalha espiritual”. Cerullo afirma que “em 2011 haverá o maior romper financeiro já visto. É o ano da medida extra”. O pastor também afirma que “Quem crê na Palavra de Deus a obedece e pratica.”
Uma das últimas vezes que o Dr. Morris Cerullo compareceu no Programa Vitória em Cristo com o Pastor Silas Malafaia foi em 2009 quando juntos lançaram uma polêmica campanha semelhante onde a oferta pedida era de R$900. Na época os pastores foram alvo de intensas críticas de pastores e cristãos devido a campanha.
Aos fiéis que participarem, além da “multiplicação financeira” prometida, também ganharão uma Bíblia da Oração, a Bíblia do Dr. Morris Cerullo.

Meu comentário: Se a pessoa quiser ganhar medidas extras, discernimento, visão espiritual e multiplicação financeira, é só a pessoa ir no Supermercado Divino que Deus está vendendo ao preço de bagatela de $ 911,00 cada tipo de benefício celestial, talvez se a pessoa tiver um bom papo Deus parcelará em várias parcelas bem suave e a perder de vista sem comprometer a renda. Eurias R. Caneiro - carneiro.eurias@gmail.com

PROFECIAS QUE NÃO SÃO PROFECIAS


PROFECIAS QUE NÃO SÃO PROFECIAS

A última profetisa supostamente verdadeira na história da humanidade morreu no ano de 1915, deixando um legado de textos que a mesma alegou ser de revelação do Eterno Espírito Santo, sendo que, o mesmo deixou escrito em Suas Revelações na Palavra do Eterno a seguinte autorização para quem quisesse conhecer Suas verdadeiras revelações no meio de tantas que são atribuídas a Ele, palavras do Espírito Eterno: Amados, não creiam em qualquer espírito, mas examinem os espíritos (os que se dizem usados por Ele) para ver se eles procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo. I Jo. 4: 1.
Nada acrescente às palavras dele, do contrário, ele o repreenderá e mostrará que você é mentiroso. Pv. 30: 6.
Deus não é homem para que minta. Nm. 23: 19.
Para que, por meio de duas coisas imutáveis nas quais é impossível que Deus minta. He. 6: 18.
Em palavras populares o Espírito Santo está ensinando que a mentira ou o engano jamais partirá de Deus, e sim, de Satanás, ou seja, Deus jamais revelará a mentira como se fosse verdade. Dentro deste contexto vamos analisar alguns textos da profetisa Ellen White.
Antes de seguir a linha ellenista, vamos verificar dois textos que são usados para canonizar Ellen White como a última profetisa do Altíssimo.
1.             E, depois disso, derramarei do meu Espírito sobre todos os povos. Os seus filhos e as suas filhas profetizarão, os velhos terão sonhos, os jovens terão visões. Até sobre os servos e as servas derramarei do meu Espírito naqueles dias. Jl. 2: 28,29. Esta profecia é no plural e nossa igreja a transformou em singular para tentarem dar uma sustentabilidade a Ela por meio da adulteração do texto como se o mesmo tivesse referência a uma pessoa e jamais a uma coletividade.
2.             ...e se mantêm fiéis ao testemunho de Jesus. Ap. 12: 17; O testemunho de Jesus é o espírito de profecia. Ap. 19: 10. Um esclarecimento: Testemunho de Jesus é o Espírito de profecia, afirmam que: Os livros dela são o Testemunho e que isto os caracteriza como sendo o Espírito de Profecia. O que revela o Espírito Santo como sendo o verdadeiro Testemunho/Espírito de Profecia?
A.    Quem CRÊ NO FILHO DE DEUS tem EM SI MESMO ESSE TESTEMUNHO. Quem não crê em Deus o faz mentiroso, porque não crê no testemunho que Deus dá acerca de seu Filho. I Jo. 5: 8. Quem crer no Senhor Jesus o Cristo já tem em seu coração o Testemunho de Deus (Jesus Cristo), isto deixa bem claro que é furada a pessoa buscar este testemunho em literatura secular. Quem não crer e aceita esta verdade que o verdadeiro Testemunho/Espírito de Profecia está no coração de quem crer no Senhor Jesus Cristo, mas prefere crer que são os livros de Ellen White está chamando Deus/Espírito Santo de mentiroso.
B.    E ESTE É O TESTEMUNHO: Deus nos deu a vida eterna, e essa vida está em seu Filho. Quem tem o Filho, tem a vida; quem não tem o Filho de Deus, não tem a vida. I Jo. 5: 11,12. O Espírito Santo afirma que o verdadeiro Espírito de Profecia/Testemunho é a vida eterna no Senhor Jesus, quem crer, aceita e ensina desta forma, esta pessoa tem a vida eterna garantida no Senhor Jesus, quem crer, aceita e ensina que são os livros de Ellen White que constitui no verdadeiro Espírito de Profecia/Testemunho está perdido porque está chamando Deus e Sua Palavra de mentirosos.
Após ter sido esclarecido qual é o verdadeiro Testemunho/Espírito de Profecia, vamos fazer algumas analogias sobre o que Ellen White escreveu em nome do Espírito Santo, conscientizando você que tudo o que entra em contradição é mentira, a verdade não muda, não modifica e não pode ser alterada. Para que, por meio de duas coisas imutáveis nas quais é impossível que Deus minta. He. 6: 18.

QUEM FOI RESPONSÁVEL PELAS PANCADAS MISTERIOSAS?

Por mais de uma centena de ano tem sido pregado que o Espiritismo moderno teve sua origem com as irmãs Fox, dentro deste contexto fiz uma pesquisa para saber se realmente é verdade e qual a veracidade das profecias de Ellen White em referência com esta questão.
Em 32 de março de 1848, perto de Rochester, Nova York (EUA), duas irmãs, Katherine e Margaret Fox, com idades de 11 e 13 anos, alegavam que ouviam sons de pancadas inexplicáveis que partiam de um cômodo na casa da fazenda onde moravam.
As habilidades de Katherine e Margaret tornaram-se bastante conhecidas e elas embarcaram numa carreira lucrativa como médiuns, realizando seções em salas privadas pelos Estados Unidos e Inglaterra. A Sra. White estava bem informada sobre elas, pois escreveu alegando serem revelações de Deus com referência a estes acontecimentos:
ELLEN WHITE: O Conflito dos Séculos, pág. 553 [edição em inglês]: As misteriosas pancadas com que o espiritismo moderno teve início não foi resultado de truques ou embuste humano, mas ação direta dos anjos malignos, que assim introduziram um dos mais bem sucedidos enganos destruidores de almas.
24 de agosto de 1850. Vi que as "pancadas misteriosas" eram o poder de Satanás; algumas derivavam diretamente dele, outras indiretamente, através de seus agentes, mas tudo procedia de Satanás. -Primeiros Escritos, pág. 59.
Ela chegou ao ponto de fazer uma profecia a respeito das batidas:
Vi que em breve seria considerado blasfêmia falar contra as batidas, e que se difundiriam mais e mais, que o poder de Satanás aumentaria e alguns de seus dedicados seguidores teriam o poder de operar milagres e mesmo de trazer fogo do céu à vista dos homens. Primeiros Escritos, pág 59.

VERDADE SOBRE AS IRMÃS FOX

a)             Deus jamais se enganou ou ludibriou alguma pessoa ao revelar algo que estava ou está em oculto.
b)            As irmãs admitiram o que muitos céticos já criam que as batidas eram meramente um ardil bem elaborado incutido sobre pessoas crédulas. Uma das pessoas enganadas foi Ellen G. White. A Sra. White lançou a culpa de sua crença nas "pancadas misteriosas" como sendo o poder sobrenatural de Satanás ao próprio Deus, quando afirmou que Deus havia revelado a ela este fenômeno. Ela alegou que viu em visão dada por Deus que as batidas eram produzidas pelo poder do Maligno, quando na verdade eram apenas truques elaboradas pelas irmãs fox.

A CONFISSÃO DE MARGARET FOX

Minha irmã Katie foi a primeira a descobrir que por esfregar os dedos podia produzir certo ruído com as juntas e que o mesmo efeito podia ser produzido com os artelhos. Descobrindo que podíamos criar ruídos com nossos pés primeiro com um pé, depois com ambos praticamos até poder fazer isso com facilidade quando a sala estava às escuras. Ninguém suspeitava de que fosse um truque nosso pois éramos crianças ainda tão novas. . . . todos os vizinhos julgavam que havia algo, e desejaram descobrir do que se tratava. Estavam convencidos de que alguém havia sido assassinado na casa. Perguntaram-nos a respeito, e praticávamos as pancadas, sendo uma para "sim", três para "não", como passamos fazer daí por diante. Nada sabíamos sobre espiritismo então. O assassinato, concluíram, devia ter sido cometido na casa. Finalmente, encontraram um homem chamado Bell e disseram que o pobre inocente havia cometido um assassinato na casa, e que aqueles sons procediam dos espíritos das pessoas assassinadas. O pobre Bell passou a ser evitado e visto como assassino por toda a comunidade. No que tange a espíritos, nem eu nem minha irmã pensávamos a respeito disso. . . . Tenho visto tanto engano danoso que estou disposta a prestar assistência o quanto puder e positivamente declarar que o espiritismo é uma fraude da pior descrição. Faço isso perante Deus, e minha idéia é denunciá-lo. . . . Estou convicta de que esta declaração, partindo solenemente de mim, a primeira e mais bem sucedida nesse engano, romperá a força do rápido crescimento do espiritismo e comprovará ser tudo uma fraude, hipocrisia e engano. New York World Newspaper, 21 de outubro de 1888.
O que sucedeu com o espiritualismo?
A Sra. White predisse que o espiritismo seria um grande poder que uniria protestantes e católicos para perseguirem os adventistas do sétimo dia por freqüentarem a igreja no sábado. Em 1884, num livro que antecedeu O Conflito dos Séculos, ela escreveu:
O protestantismo estenderá as mãos por sobre o abismo para apanhar a mão do espiritismo; estenderá a mão para segurar as mãos do poder romano, e sob a influência dessas tríplice união, nosso país seguirá as pisadas de Roma em espezinhar os direitos de consciência. Spirit of Prophecy, vol.. 4, p. 405
Se você for uma pessoa honesta vai observar que na suposta união entre protestantes, espiritismo e católicos, a besta (Estados Unidos) está perseguindo os Mulçumanos em nome do combate ao terrorismo.
Concluindo: O cenário descrito pela Sra. White pode ter parecido plausível nos idos de 1880. O movimento espiritualista havia atingido o seu auge por volta de 1870. Contudo, pelo início do século XX as coisas haviam mudado dramaticamente. A comunidade científica deixou de validar os fenômenos espiritualistas, e o movimento declinou e transferiu-se para os arrabaldes da sociedade, onde até hoje se acha. Tanto católicos quanto protestantes, juntamente com muitos secularistas, rejeitam os modernos paranormais, cartomantes e assim por diante. Muitas igrejas protestantes rejeitam a comunicação com os espíritos dos mortos (com base em Lev. 19:31, 20:6; Deut. 18:11,12; 1 Sam. 28; Isa. 8:19; Lucas 16:27-31).

VULCÓES QUE NÃO SÃO VULCÕES

Dando continuidade à análise precisa e de forma honesta, histórica e Bíblica com referência a profetisa Ellen White, vamos analisar algumas informações sobre a origem dos vulcões em que ela alega ter recebido visões de Deus e o que a ciência tem provado, inclusive com a aceitação e divulgação da igreja detentora do monopólio de seus livros.
Nesse tempo imensas florestas foram sepultadas. Estas foram depois transformadas em carvão, formando as extensas camadas carboníferas que hoje existem, e também fornecendo grande quantidade de óleo. O CARVÃO E O ÓLEO FREQÜENTEMENTE SE ACENDEM E QUEIMAM DEBAIXO DA SUPERFÍCIE DA TERRA. Assim as rochas são aquecidas, queimada a pedra de cal, e derretido o minério de ferro. A AÇÃO DA ÁGUA SOBRE A CAL AUMENTA A FÚRIA DO INTENSO CALOR, E DETERMINA OS TERREMOTOS, VULCÕES E VIOLENTAS ERUPÇÕES. VINDO O FOGO E A ÁGUA EM CONTATO COM AS CAMADAS DE PEDRA E MINÉRIO, há violentas explosões subterrâneas, as quais repercutem como soturnos trovões. O ar se acha quente e sufocante. Seguem-se erupções vulcânicas; e, deixando estas muitas vezes de dar vazão suficiente aos elementos aquecidos, a própria terra é agitada, o terreno se ergue e dilata-se como as ondas do mar, aparecem grandes fendas, e algumas vezes cidades, vilas, e montanhas a arder são tragadas. Estas assombrosas manifestações serão mais e mais freqüentes e terríveis precisamente antes da segunda vinda de Cristo e do fim do mundo, como sinais de sua imediata destruição. Pág. 108, 109 - PP
a)            Ela informa que o carvão e o petróleo se acendem. Pergunta: Como eles se incendeiam?
b)            Ela informa que a água atinge a cal e aumenta a fúria do fogo. Pergunta: Água aumenta a temperatura ou abranda?
c)            Tudo o que ela escreveu em termos de ciência sobre esta questão não passa de ignorância.
d)            Perguntei certa vez para um grupo de professores na sede de acampamento no Bananal sobre esta questão que Ellen White escreveu, me deram a seguinte resposta: Se for para analisar o que ela escreveu e comparar com a ciência não vamos chegar a lugar nenhum.
e)            O interessante entre tudo isso é que, os países grandes produtores de petróleo não tem vulcões, o que em prática mostra que mais uma vez a profetiza mostrou ser uma falácia.

1.     ELA PREVIO A DESTRUIÇÃO DAS TORRES GÊMEAS?

A Cidade de Nova Iorque.
Deus não tem executado Sua ira sem misericórdia. Sua mão ainda está estendida. Sua mensagem precisa ser transmitida na Grande Nova Iorque. Deve ser mostrado ao povo como é possível para Deus, com um simples toque de Sua mão, destruir os bens que eles acumularam para o último grande dia. Manuscript Releases, vol. 3, págs. 310 e 311.
Não tenho luz especial a respeito do que sobrevirá a Nova Iorque, mas sei que um dia os grandes edifícios que estão ali serão demolidos pela ação construtiva e destrutiva do poder de Deus. ... Pág. 113
a)            Ela afirma que os grandes prédios seriam destruídos pelo poder de Deus, na verdade foram destruídos com o poder dos terroristas.
A morte chegará a todos os lugares. É por isso que estou tão ansiosa de que nossas cidades sejam advertidas. Review and Herald, 5 de julho de 1906.
a)            A morte não chegou a todos os lugares, tão somente em relação às duas torres. Em todos os lugares a morte sempre existiu.
Uma ocasião, achando-me eu na cidade de Nova Iorque, fui convidada, à noite, para contemplar os edifícios que se erguiam, andar sobre andar, para o céu. Garantia-se que esses edifícios seriam à prova de fogo, e haviam sido erigidos para glorificar seus proprietários e construtores.
A cena que em seguida passou perante mim foi um alarma de fogo. Os homens olhavam aos altos edifícios, supostamente incombustíveis, e diziam: "Estão perfeitamente seguros." Mas esses edifícios foram consumidos como se fossem feitos de pez. Os aparelhos contra incêndios nada podiam fazer para deter a destruição. Os bombeiros não podiam fazer funcionar as máquinas. Testemunhos Seletos, vol. 3, págs. 281 e 282.
a)     Ano da construção dos prédios WTC: A primeira torre começou no ano de 1966 e terminou no ano de 1972. A segunda teve início no ano de 1966 e terminou no ano de 1973. Ela morreu no ano de 1915.
b)    Ela afirma que os prédios seriam destruídos com fogo e os mesmos queimariam como se fosse pez, pez é uma substância altamente inflamável, e os dois prédios não foram destruídos por fogo, o que realmente acontece é que: Quando os aviões se chocaram com os prédios, houve incêndio em alguns andares abaixo do topo e a alta temperatura amoleceu a estrutura dos andares em que houve o choque o que causou a queda dos andares superiores encima em que houve o incêndio causando um efeito em cascata, foi isto que causou a queda das duas torres gêmeas, ou seja, não foi o fogo que destruiu estes prédios e eles jamais queimaram como afirma a profetiza. Infelizmente certa vez escrevi e distribui um artigo afirmando que ela havia profetizado a destruição destas torres tentando de forma inútil provar que ela foi uma profetiza autêntica, mas, estudando de forma detalhada a profecia não houve nada do que ela profetizou e eu errei tentando provar que Ellen White foi uma profetisa autêntica.

ELLEN WHITE E A ASTRONOMIA

Para impressionar os mais incautos procuram basear essa convergência com a ciência, em supostas “revelações divinas”, mas que com o passar dos anos se mostraram totalmente inadequadas com as novas descobertas científicas, provando assim, que tais revelações nada mais eram que o produto do meio científico que então prevalecia. Era apenas o reflexo do conhecimento do líder, não tendo nada a ver com revelações divinas.

AS VISÕES DE EGW SOBRE O SISTEMA SOLAR

Em 1846 Ellen White teve uma "visão" do sistema solar, onde muitas coisas lhe foram reveladas, dentre elas temos as seguintes:
1)            Ela obteve conhecimento da existência de outros mundos habitados;
2)            As pessoas destes mundos eram semelhantes aos habitantes da terra, só que mais altos, nobres e majestosos;
3)            Encontrou Enoque, passeando em um desses mundos;
4)            Que essas pessoas viviam debaixo da lei ou dos mandamentos de Deus;
5)            Que dois destes planetas tinham quatro e sete luas.
Diz ela: “O Senhor me proporcionou uma vista de outros mundos. Foram-me dadas asas, e um anjo me acompanhou da cidade a um lugar fulgurante e glorioso. A relva era de um verde vivo, e os pássaros gorjeavam ali cânticos suaves. Os habitantes do lugar eram de todas as estaturas; nobres, majestosos e formosos. Ostentavam a expressa imagem de Jesus, e seu semblante irradiava santa alegria, que era uma expressão da liberdade e felicidade do lugar.
Perguntei a um deles por que eram muito mais formosos que os da Terra. A resposta foi: Vivemos em estrita obediência aos mandamentos de Deus, e  não  caímos  em  desobediência, como os habitantes da Terra.
Vi então duas árvores. Uma se assemelhava muito à árvore da vida, existente na cidade. O fruto de ambas tinha belo aspecto, mas o de uma delas não era permitido comer. Tinham a faculdade de comer de ambas, mas era-lhes vedado comer de uma. Então meu anjo assistente me disse: Ninguém aqui provou da árvore proibida; se, porém, comessem, cairiam.
Disse então o anjo: Deves voltar e, se fores fiel, juntamente com os 144.000 terás o privilégio de visitar todos os mundos e ver a obra das mãos de Deus. (Vida e Ensinospág.96-98).

ANALISANDO A VISÃO

Se Ellen White se aventurasse apenas a descrever tal visão de modo geral, sem especificar concretamente, tudo bem. Mas para sua infelicidade e ruína ela quis particularizar e explicar quais eram esses mundos, desta forma ela cavou sua própria sepultura. Se Ellen White se aventurasse apenas a descrever tal visão de modo geral, sem especificar concretamente, tudo bem. Mas para sua infelicidade e ruína ela quis particularizar e explicar quais eram esses mundos, e aí ela cava sua própria sepultura.
Quando ela teve essa visão a sra. Truesdail, que fazia parte do movimento, estava presente. Ela descreve como a sra. White viu pessoas altas e majestosas que moravam em Júpiter ou Saturno.
“A Irmã White estava muito fraca de saúde, e enquanto foram oferecidas orações ao lado dela, o Espírito de Deus repousou sobre nós. Notamos logo que ela era insensível a assuntos terrestres. Esta era sua primeira visão do mundo planetário. Depois de contar as luas de Júpiter em voz alta, e em seguida as de Saturno, ela deu uma descrição bonita dos anéis. Ela disse então, ' Os habitantes são pessoas altas, majestosas, ao contrário dos habitantes de terra. O Pecado nunca entrou aqui. (Taken from Mrs. Truesdail's letter, Jan 27, 1891).
Em 1847, ela e seu esposo Tiago White publicaram essa visão, reafirmando que ela viu realmente os planetas Júpiter e Saturno e depois que saiu da visão poderia dar uma descrição clara de seus satélites, apesar de nunca ter aprendido astronomia. (A Word to the Little Flock, p. 22).
A visão foi tão clara que ela conseguiu ver as luas de cada planeta. Segundo o pioneiro J.N. Loughborough, ela disse que durante a visão estava vendo 4 luas, o que foi identificado com Júpiter pelo pastor Joseph Bates, e outro que possuía sete luas, também identificado por Bates como Saturno. (Great Second Advent Movement, p. 258).
Ora, Ellen White havia dito que foram lhe dada asas para voar de um planeta a outro. Nestas condições extraordinária de viajar pelo sistema solar ela teria plena capacidade de ver e descrever de modo minucioso tais astros. Mas foi isso que aconteceu?
Observemos: Ela descreve que Júpiter tinha quatro luas, mas hoje sabemos que Júpiter possui 16 satélites ao todo. Ela também afirmou que Saturno tinha sete luas, mas sabemos que os cientistas já descobriram no mínimo 18 satélites em Saturno.
Ora, como ela poderia ter errado em coisas tão básicas a respeito destes planetas, quando seu marido havia dito que ela, após a visão, poderia “dar uma descrição clara de seus satélites”? Como poderia Deus ter dado a Ela uma visão falsa? Ou teria ela usado conhecimentos astrológicos da época e depois mentir afirmando que Deus lhe deu asas para ir a estes planetas e ver em detalhes suas luas e seus moradores altos e majestosos?
E o que dizer das pessoas altas, majestosas e formosas destes planetas?
É verdadeira essa descrição? Há realmente pessoas altas, majestosas que moram em Júpiter e Saturno? Isto poderia até ter parecido plausível às pessoas em 1846, mas hoje já não mais se sustenta diante das descobertas científicas envolvendo estes planetas. O que sabemos é que as condições em ambos os planetas são extremamente incapacitados à vida.
1.            Estes planetas não têm nenhuma superfície sólida como a terra. As superfícies consistem em um mar de hidrogênio líquido.
2.            A pressão atmosférica é milhões de vezes maiores que a terra. A pressão é bastante forte para esmagar os metais mais resistentes.
3.            Numerosas sondas espaciais que usam tecnologia avançada examinaram estes planetas e não descobriram qualquer vestígio de vida, nem mesmo uma simples minhoca existe lá.
4.            Nenhuma planta. Nenhum animal e muito menos pessoas altas e majestosas. Nada mais que hidrogênio, hélio e outros gases venenosos.
A tua Senhora White viajou de modo sobrenatural da Terra para Júpiter e Saturno para ver as "pessoas" altas, majestosas que vivem lá, mas inexplicavelmente ela deixou de notar os seguintes detalhes:
I.                Pelo  menos, mais 12 luas em Júpiter.
II.                Pelo menos mais 11 luas em Saturno.
III.                Pelo menos 9 das luas de Urano.
IV.                Os anéis ao redor de Júpiter.
V.                Os anéis ao redor do Urano. 

POR QUE ELA VIU SÓ O QUE ASTRÔNOMOS JÁ TINHAM VISTO?

Quando sra. White teve essa visão era conhecimento comum que Júpiter tinha apenas quatro luas. O quinto satélite não havia sido descoberto até 1892. Como vimos há 16 luas pelo menos. Igualmente, naquela época haviam descoberto em Saturno sete luas.
A visão de Ellen White não revelou nada que não poderia ter sido obtido em um livro de Astronomia ou até mesmo de um artigo de jornal da época! A única diferença entre o que a sra. White viu e o que os astrônomos viram pelo telescópio é sobre essas "pessoas" altas e majestosas!
Imagine se ela tivesse contado para Bates que Júpiter tinha quatro luas grandes e 12 luas menores! O dom profético dela teria sido sem dúvida confirmado nas gerações futuras.
Infelizmente, ela perdeu esta grande oportunidade. Imagine se ela houvesse anunciado que Júpiter tinha anéis!
Depois de considerar o que ela viu e o que ela não viu, nós lhe fazemos esta pergunta: Era esta uma visão de Deus ou apenas conhecimento astronômico da época?

A VERDADEIRA RAZÃO DE TUDO
Tudo indica que a verdadeira razão desta visão fora para impressionar o marinheiro Joseph Bates que até então se posicionara contra as manifestações “sobrenaturais” de Ellen White.
Sem dúvida os White sabiam que Bates era apaixonado por astronomia. Levantando a hipótese de que Ellen era ignorante em assuntos astronômicos, então tais conhecimentos legitimavam seu dom como profetisa e visionária da recente invenção profética dela, perante Bates.
Isto torna é impossível acreditar no que Arnaldo Christianini afirmou em seu livro sobre o dom profético dela.  Os Testemunhos orais ou escritos da Sra. White...tudo quanto disse e escreveu foi,...cientificamente correto...” “Subtilezas do Erro” na página 35.

EXISTE ALGUMA DIREFERÊNÇA ENTRE ELLEN WHITE E CHICO XAVIER?

Chico Xavier teve suas visões e as escreveu em forma de livros e os vendeu, estas rendas foram distribuídas aos pobres e jamais deixou seus livros como herança lucrativa para seus familiares, não estou questionando a origem e sim o destino dado com os lucros relacionados a seus livros.
Ellen White teve suas visões e as escreveu em forma de livros e os vendeu, toda a renda de suas visões foram para seu benefício próprio e ainda escreveu que seus livros não poderiam ser vendidos baratos porque a margem de lucro seria muito pouco, ela deixou seus livros como herança lucrativa para sua família em forma de testamento. A renda jamais em hipótese alguma beneficiou algum pobre em toda a história literária.
Observaram bem as diferenças entre Chico Xavier e a última profetiza verdadeira do Advento? Um preocupa-se com os pobres e necessitados enquanto outro preocupava-se apenas em benefício próprio.
As origens dos dois videntes são perfeitamente questionáveis, é tão verdade que tenho mostrado fundamentado por meio da história, ciência e Palavra de Deus que ela não passou de uma plagiadora experta que enganou e continua enganando as pessoas que não tem conhecimentos ou não procura ter:
a)            Da história.
b)            Da ciência.
c)            Da Palavra de Deus.
Desta forma elas ficam reféns de mentes inescrupulosas que procuram o lucro fácil.
Eurias R. Caneiro
carneiro.eurias@gmail.com

Obs: Tire Xerox e distribua.