segunda-feira, 20 de maio de 2013

PORQUE CHAMAM CRISTO DE SATANÁS?


PORQUE CHAMAM CRISTO DE SATANÁS? I

Uma escritora norte americana e muito respeitada como profetisa do Altíssimo identifica o bode Azazel também conhecido como bode Emissário como sendo Satanás.
Ellen White com a palavra - No dia da expiação o sumo sacerdote, havendo tomado uma oferta da congregação entrava no lugar santíssimo com o sangue desta oferta e o aspergia sobre o propiciatório, diretamente sobre a lei, para satisfazer às suas reivindicações. Então, em caráter de mediador, tomava sobre si os pecados e os retirava do santuário. Colocando as mãos sobre a cabeça do bode emissário, confessava todos esses pecados, transferindo-os assim, figuradamente, de si para o bode. Este os levava então, e eram considerados como para sempre separados do povo. (O Grande Conflito, p. 420, 24ª edição 1980)

Verificou-se também que, ao passo que a oferta pelo pecado apontava para Cristo como um sacrifício, e o sumo sacerdote representava a Cristo como mediador, O BODE EMISSÁRIO TIPIFICAVA SATANÁS, AUTOR DO PECADO, sobre quem os pecados dos verdadeiros penitentes serão finalmente colocados. Quando o sumo sacerdote, por virtude do sangue da oferta pela transgressão, removia do santuário os pecados, colocava-os sobre o bode emissário. Quando Cristo, pelo mérito de seu próprio sangue, remover do santuário celestial os pecados de seu povo, ao encerrar-se o seu ministério, Ele os colocará sobre Satanás, que, na execução do juízo, deverá arrostar a pena final. O bode emissário era enviado para uma terra não habitada, para nunca mais voltar à congregação de Israel. Assim será Satanás para sempre banido da presença de Deus e de seu povo, e eliminado da existência na destruição final do pecado e dos pecadores. (O Grande Conflito, p. 421, 24ª edição 1980).
Segundo Ellen Gould White - O bode emissário, levando os pecados de Israel, era enviado ‘à terra solitária’ (Levítico 16. 22); de igual modo Satanás, levando a culpa de todos os pecados que induziu o povo de Deus a cometer, estará durante mil anos circunscritos a Terra, que então se achará desolada, sem moradores, e ele sofrerá finalmente a pena completa do pecado nos fogos que destruirão todos os ímpios (O Grande Conflito, p. 489, 24ª edição-1980).
Assim será Satanás para sempre banido da presença de Deus e de seu povo, e eliminado da existência na destruição final do pecado e dos pecadores (O Grande Conflito, p. 421, 24ª edição-1980).
Qual seria a identificação que a Palavra de Deus nos dá para identificarmos o bode Azazel? A profetisa está correta em suas colocações ou ela está classificando este bode de forma errada?
Pelas evidências e esclarecimentos dentro da Palavra de Deus o Espírito Santo nos deixa claramente a identificação deste animal: CRISTO OU LÚCIFER?

1.              O sumo sacerdote procurava dois bodes dentro da comunidade Israelita, entre os dois eram lançadas sortes, um era para Jeová e o outro era para Azazel. Conforme o texto deixa esclarecido o que era para Jeová não representava Jeová, o bode apenas era destinado a Ele. O que era para Azazel não o representava, o bode era apenas destinado para Azazel. Isto nos deixa esclarecido que a principio ao ser afirmado que o bode escolhido para Azazel representava Satanás é uma farsa, pois o mesmo não o representava, era apenas destinado a ele. Quem foi destinado para ser entregue a Satanás para ser morto? Mas o bode não era morto, poderá alguém arrazoar. Na verdade o bode não era sacrificado, mas o era conduzido para fora do arraial do povo Israelita para nunca mais retornar onde ele morria. E tirará sortes quanto aos dois bodes: uma para o Senhor e a outra para Azazel. Lv. 16: 8.
2.              Da mesma forma como o bode escolhido para Jeová era confessado os pecados e todas as transgressões sobre a cabeça dele, o bode que era escolhido para Azazel, na cabeça dele o sumo sacerdote não apenas lançava os pecados e as transgressões do povo como é ensinado, na cabeça dele o sumo sacerdote colocava as duas mãos e CONFESSAVA todos os pecados e transgressões do povo sobre ele. A Palavra de Deus ensina que nossos pecados devem ser confessados unicamente a Deus e jamais a outro ser, sendo assim este bode não representa Satanás. Como poderia o pecado do povo ser confessado a Satanás? Após ter sido confessado os pecados sobre a cabeça dele, este bode era enviado ao deserto para nunca mais retornar. O que isto significava? Mas o bode sobre o qual caiu a sorte para Azazel será apresentado vivo ao Senhor para se fazer propiciação e será enviado para Azazel no deserto. Lv. 16: 10. Quando Arão terminar de fazer propiciação pelo Lugar Santíssimo, pela Tenda do Encontro e pelo altar, trará para a frente o bode vivo. Então colocará as duas mãos sobre a cabeça do bode vivo e confessará todas as iniquidades e rebeliões dos israelitas, todos os seus pecados, e os porá sobre a cabeça do bode. Em seguida enviará o bode para o deserto aos cuidados de um homem designado para isso. Lv. 16: 20, 21.
3.              Este bode levava consigo todos os pecados do povo Israelita que havia se arrependido e confessado, depois era conduzido para um lugar solitário onde ele morria de sede e fome. O bode levará consigo todas as iniquidades deles para um lugar solitário. E o homem soltará o bode no deserto. Lv. 16: 22.
4.              Quem levava o bode para o lugar solitário para voltar ao acampamento deveria lavar suas roupas e a si mesmo. Para podermos entrar na presença de Deus precisamos lavar nosso caráter, ou seja, nascer da água e do Espírito. Aquele que soltar o bode para Azazel lavará as suas roupas e se banhará com água, e depois poderá entrar no acampamento. Lv. 16: 26.

VAMOS IDENTIFICAR O BODE PARA AZAZEL.

1.              O bode escolhido por meio de sorteio para Azazel na velha aliança levava sobre si os pecados confessado do povo e na nova aliança quem levou nossos pecados confessados foi Cristo. O bode era conduzido para fora das moradas Israelita onde morria e Cristo foi morto fora de Jerusalém. O bode não tinha água para beber e a Cristo foi negado. O bode não tinha o que comer e Cristo nada comeu desde a hora da ceia até sua morte. O bode ficava isolado e Cristo ficou isolado da presença de Seu Pai. O bode levava os pecados confessados do povo para nunca mais retornar e Cristo levou nossos pecados confessados para nunca mais retornar. Sobre a cabeça do bode para Azazel era confessado o pecado do povo e a Cristo devemos confessar nossos pecados. O bode para azazel era levado para morrer em um local solitário e Cristo foi morto fora da comunidade uma única vez para nunca mais morrer novamente.
Onde está escrito que estas características representam a Satanás e jamais a Cristo?
Com sua morte, em Cristo cumpriu-se a profecia de Isaias por ter Ele levado sobre si nossos pecados. Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Is. 53:4. - Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e levou as nossas doenças. Mt. 8: 17.
2.              Da mesma forma como o bode escolhido para Azazel levava os pecados para o deserto simbolizando o perdão definitivo por Deus, Cristo levou nossos pecados mostrando que o perdão é definitivo e jamais retornará a memória de Deus. Por isso lhe darei a parte de muitos, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores. Is. 53: 12.
Como podemos observar ao ser analisado os pormenores dos relatos na liturgia do santuário, o bode escolhido por meio de sorteio para Azazel representava o próprio Cristo.
Quando uma religião ensina como tenho observado e muitas vezes no passado eu também ensinei que este bode representava Satanás, esta instituição religiosa e as pessoas estão classificando a Cristo como sendo o príncipe das trevas. Como poderá tais instituições fazer parte do corpo de Cristo se os mesmos os chamam de Satanás?
As pessoas ou igrejas que são usadas Pelo Espírito Santo jamais e em hipótese alguma classificará a Cristo como sendo o Satanás e nem insinuará tal blasfêmia. Por outro lado às pessoas ou igrejas que não são usadas pelo Espírito Santo de forma direta ou indireta classificam a Cristo como sendo Satanás ou obscurecerá seu ministério de salvação, este é o grande motivo porque algumas pessoas ou igrejas estão chamando de forma indireta a Cristo de Satanás, este é o motivo pelo qual estas igrejas valorizam tanto o dízimo, o sábado, seus líderes espirituais, a teologia, as curas e seus profetas. Quem tem o Espírito Santo glorifica e enaltece o Rei da glória e salvador. Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema, e ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, senão pelo Espírito Santo. I Co. 12: 3.
Sendo assim, a magnificência profetisa do advento não foi usada pelo Espírito Santo e seus devotos não o são, neste caso foi um dos espíritos das trevas que a usou e está usando seus devotos, é tão verdade que a grande maioria das revelações atribuída a ela e confirmada por ela mesma é plágios, plágio são roubos autorais. Ela usou a escrita de outros autores e depois mentiu dizendo que foi Deus quem o revelou a ela. Por isso que ela chama de Satanás a verdade (Cristo) viva de Deus e em outras partes de seus livros mostra que é seguidora de Cristo apenas para enganar os que não conhecem a verdade de Deus.
Como podem habitar na eternidade com Cristo os que estão classificando Ele de Satanás?
Ainda é tempo de arrependerem-se e glorificarem aquele que Deus fez Senhor e Cristo, o que levou nossos pecados para termos vida eterna e vida em abundância.
Louvado e glorificado é o Cristo meu Senhor e Salvador.
Autor: Eurias R. Carneiro.