sexta-feira, 1 de maio de 2015

UMA PEQUENA GRANDE PERGUNTA:

UMA PEQUENA GRANDE PERGUNTA:


Porque o costume de cristo era freqüentar as sinagogas aos sábados, ao mesmo tempo não tinha por costume freqüentar o templo aos sábados?
Eu sei o porquê, mas é importante que vocês esbocem vossas opiniões para que cheguemos a um consenso comum, afinal é pregado que cristo aos sábados freqüentava as sinagogas, mas os mesmos nunca pregaram o motivo pelo qual a Bíblia não menciona que ele freqüentava o templo de Jerusalém aos sábados.
Há mistério a ser desvendado neste caso, para quem sabe desta verdade não há mistérios.
 Já que a teologia e os pastores omitem esta ocorrência comparativa e essencial para o aprendizado espiritual dentro da honestidade, é por não conhecerem ou é de forma proposital para defenderem suas crenças.
As sinagogas foram criadas em babilônia pelos judeus para orarem e lerem a Tora, pois não tinham templo. A sinagoga só era aberta aos sábados pela manhã e de domingo a sexta eram fechada, ou seja, se cristo quisesse ir as segunda estava fechada, por isso era o costume dele ir aos sábados porque era o único dia que estava aberto.

O Tabernáculo que Moisés construiu, o templo de Salomão bem como o templo que Herodes o grande construiu, era aberto de domingo a sábado, do nascer do sol ao por do sol.

Se cristo fosse na segunda estaria aberto e se fosse aos domingos estaria aberto.
Este é o motivo pelo qual não era costume de cristo ir aos sábados ao templo porque ele ia em qualquer dia da semana, curar, adorar, pregar, louvar e etc.
Esta é a diferença entre o templo e as sinagogas, entre ter o costume de ir às sinagogas apenas aos sábado e ao templo não.
Não há um texto dentro da Bíblia afirmando que era costume de cristo ir ao templo em dia de sábado e tão somente com referência a sinagoga, e usar este texto para defender uma doutrina como eu mesmo já fiz é muita falta de conhecimento e desonestidade.
Como o templo era aberto de domingo a sábado e a sinagoga somente em dia de sábado. Este era o motivo pelo qual ele tinha por costume de ir à sinagoga em dia de sábado.

Se fosse aberto todos os dias da semana os textos com referência a freqüência a sinagoga não teria especificação de algum dia da semana como o faz com referência a freqüência ao templo.
O templo sempre foi superior as sinagogas em toda a história israelita.
No templo eram feitos sacrifícios, adorações e o ministério de salvação, nas sinagogas eram feito somente a leitura da Tora e dado opiniões sobre a leitura.
No templo havia adoração até aos domingos bem como sacrifícios e ofertas ou em qualquer dia da semana.
Não há um texto dentro da Bíblia afirmando que o dia de sábado é o dia de adoração ou o dia especial de adoração.
Ir além do que está escrito é corromper a palavra para sua própria destruição.
Fico apenas com o que está escrito. GAL. 1: 6 - 9.

Autor: Eurias R. Carneiro