quarta-feira, 29 de junho de 2016

DIABO: CAIU OU CRIADO?

DIABO: CAIU OU CRIADO?



O Diabo sempre foi desde a sua origem um homicida, mentiroso e nunca teve firmeza na verdade porque nunca creu, nele nunca habitou a verdade, a mentira sempre foi o fundamento de sua vida e decisões e ele próprio é a própria mentira por ser originada em si mesmo, pois, a mentira sempre foi sua essência e motivo de sua existência.
Sendo assim, e observando as palavras de Cristo, fica bem claro que este ser já foi criado imperfeito para cumprir os propósitos de Deus.
Afirmar que ele foi criado perfeito e que um dia caiu em pecado, é classificar estas palavras de Cristo como sendo uma grande mentira.
Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai: ele FOI HOMICIDA DESDE O PRINCÍPIO (ele não passou a ser, mas sempre foi), e não se FIRMOU NA VERDADE (nunca teve por base a verdade e nunca viveu pela verdade), porque NÃO HÁ VERDADE NELE (sua essência é a mentira); quando, ele PROFERE MENTIRA (fala mentira), FALA DO QUE É PRÓPRIO (fala de si mesmo), porque É MENTIROSO (desde sua origem), e PAI DA MENTIRA. Joao 8: 44.
Em um principio de tempo impossível de ser calculado Deus criou tudo e neste principio foi também criado este ser já imperfeito conhecido como Diabo.
No princípio (inicio das eras e existências do que e criado), criou Deus os céus e a terra. Gen. 1: 1.
Quem criou o mal? À religião ensina que foi o Diabo, mas não é verdade, a mesma pessoa que criou a luz e o universo é o mesmo que criou o mal e também criou um ser imperfeito que seria o responsável para disseminar o mal.
Isto seria falta de amor por parte de Deus?
Com certeza não, mas temos que entender que Deus é soberano e Ele faz e deixa de fazer sem ter que dar satisfação a qualquer ser de seus propósitos e desígnios, a partir do momento que Deus passa  a dar satisfação de suas obras ou ações, Ele deixa de ser Deus pois sua soberania deixa de existir.
Revelação do Criador e de Sua soberania -  Eu formo a luz, e crio as trevas; eu faço a paz, e crio o mal; eu, o SENHOR, faço todas estas coisas. Isaías 45:7
Soberania do Eterno e suas ações - Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos!
Porque quem compreendeu o intento do SENHOR? Ou quem foi o seu conselheiro?
Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado?
Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois a ele eternamente. Amém. Rom. 11: 33 – 36.
À criação do bem e do mal procedeu de Deus até mesmo do ser para disseminar o mal, os propósitos não nos é revelado porque Ele é soberano. Lamentações 3: 38 - Porventura da boca do Altíssimo não sai o mal e o bem?
Aqui está um dos grandes segredos que os leitores da Bíblia não prestam atenção porque a teologia e o conhecimento pastoral cegaram seus entendimentos:
  1. Quando Deus criou Adão e Eva, Ele os abençoou: Porque os abençoou se não havia maldição?
  2. Se não há maldição não há necessidade de abençoar, pois, o que receberá a benção já é abençoado automaticamente, se há necessidade de ser abençoado é porque há maldição e se há maldição é porque há pecado, então pergunto novamente:
  3. Adão e Eva foram criados em pecado ou em perfeição (sem pecado)?
  4. Se houve a necessidade deles serem abençoados é porque à maldição já existia no meio deles.
  5. Isto é mais uma prova que o mal sempre existiu desde o princípio e já estava no Jardim do Éden.
  6. Poderiam perguntar: Como explicar a queda de Adão e Eva? 
Muito simples: Eles manifestaram incredulidade nas informações sobre o que deveriam comer e não comer, ou seja, foram criados santos, mas não foram criados perfeitos.
Há grande diferença entre ser santos e ser perfeitos. Macho e fêmea os criou, e os abençoou, e chamou o seu nome Adão, no dia em que foram criados. Gênesis 5: 2.
Tudo isso são mistérios na dispensação que sempre esteve oculto em Deus e para Ele que criou tanto o bom bem como o mal. E demonstrar a todos qual seja a dispensação do mistério, que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou. Efésios 3:9


O Diabo que muitos chamam de Lúcifer, desde o início de sua existência ele é pecador, ou seja, nunca foi perfeito como a religião ensina. Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo. I João 3:8
O texto a seguir é usado pelas religiões para tentarem provar que é referência a queda do Querubim que se tornaria no Diabo ou inimigo de Deus.
Lendo de forma não tendenciosa e desfalcada da maldita teologia; porque maldita teologia? Porque foi inventada para substituir a sabedoria do alto pela humana.
Este ser pretendeu subir para o céu, paraíso de Deus, isto quer dizer que ela já era imperfeito, pois, não estava no céu, ele pretendia adentrar no paraíso para ali estabelecer um novo governo destronando o Altíssimo, pretendia está acima dos poderes dos príncipes do reino celestial, assentar-se no monte da congregação era dirigir a si próprio a adoração que só pode ser dirigida ao Eterno, ao lado do norte é onde fica o trono do Eterno.



Como podemos observar não houve queda deste ser ou origem do mal em seu coração como afirma a teologia e profetadas hodiernos, este ser imperfeito desde sua origem queria destronar o Eterno e ser Deus em Seu lugar, isto não deu inicio em sua queda como ser perfeito, mas em guerra direta ao governo de Deus onde seres se aliaram a ele e caíram para tornarem-se demônios.
E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. Isaías 14: 13.

Ele já era imperfeito porque assim fora criado. Sua pretensão era estar acima de todo poder, autoridade e ser semelhante ao Altíssimo com poder de criar e dar origem a vida e poder de salvar.
Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. Isaías 14:14
Todas as criaturas são consideradas como deuses no sentido de determinar suas escolhas para o bem ou para o mau e jamais no sentido de ser adorado, salvador ou criador da vida.
Eu disse: Vós sois deuses, e vós outros sois todos filhos do Altíssimo. Salmos 82: 6.
Este ser foi expulso do céu não porque se rebelou contra o governo de Deus e entrou em pecado, mas para cumprir os desígnios para o qual foi criado e por ter a pretensão de estabelecer um governo paralelo ou superior ao já existente.
Porque Deus o criou imperfeito? Apesar de ser um grande mistério ao mesmo tempo Deus não tem que dar satisfação do que faz ou deixa de fazer, se Ele agisse desta forma Ele não seria Deus, Deus é onipotente, isto significa que Ele não deve e não dá satisfação as suas criaturas, Ele aconselha, orienta e avisa sobre os acontecimentos o que difere de dar satisfação de Suas ações.
Satanás caiu do céu e não em pecado, pois já fora criado imperfeito, ou seja, como Diabo. E disse-lhes: Eu via Satanás, como raio, cair do céu. Lucas 10: 18.
Dragão por ser o anjo destruidor; serpente por ser astuto e ardiloso; Diabo porque é perito em enganar e ludibriar e Satanás por ser imperfeito desde sua origem e opositor a tudo o que é perfeito.
Sua missão é enganar, matar e destruir os que não amam a verdade, mas se deleitam na mentira.
E foi precipitado (lançado de cima para baixo) o grande dragão, a antiga (Que existe e se conserva há muito tempo) serpente (Pessoa pérfida e traiçoeira), chamada o Diabo (gênio do mal, espírito das trevas), e Satanás (principio do mal), que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra (ele não foi lançado para a terra, ele foi lançado na terra), e os seus anjos foram lançados com ele. Apocalipse 12:9
Ele foi precipitado, ou seja, jogado na terra com seus seguidores que caíram na sua lábia e se tornaram imperfeitos por escolha própria ao contrário do Diabo que não teve escolha, pois fora criado na imperfeição, conforme os relatos bíblicos aqui estudados.
Portanto, não há um texto dentro das sagradas escrituras que mostra o Diabo sendo criado perfeito e santo.

Autor: Eurias R. Carneiro.